Ministro do Esporte Aldo Rebelo pede a Bernie GP em Cuba em autódromo feito pelo Brasil, diz jornal

O Brasil contribuiria com o expertise e construiria um autódromo na ilha de Cuba que fosse capaz de receber o Mundial de F1

O governo brasileiro quer ajudar Cuba a entrar no calendário do Mundial de F1, segundo publicou o jornalista Ancelmo Gois em sua coluna no jornal carioca ‘O Globo’. De acordo com a publicação, essa intenção foi manifestada pelo Ministro dos Esportes, Aldo Rebelo, a Bernie Ecclestone, detentor dos direitos comerciais da categoria.

Aldo Rebelo quer ver a F1 correndo em Cuba no futuro (Foto: Facebook)

Rebelo (PCdoB – SP) pediu que Ecclestone “ajude Cuba a ter uma corrida no circuito mundial da categoria”, informou a coluna no último fim de semana. “A construção do autódromo no país de Fidel, onde os carros têm mais de 40, 50 anos, ficaria, segundo o ministro, a cargo do… Brasil”, acrescentou.
 

 As imagens deste domingo em Melbourne
 O relato do GP da Austrália em tempo real
 A classificação do Mundial de Pilotos
 A classificação do Mundial de Construtores

Nunca um piloto nascido na América Central chegou à F1, assim como o Mundial jamais disputou uma corrida na região.

Enquanto Rebelo fala em construir um autódromo em Cuba, o Rio de Janeiro, que recebeu a categoria na década de 1980, ainda lamenta a destruição do autódromo de Jacarepaguá para a construção do Parque Olímpico para os jogos do Rio 2016. As promessas de construção de um novo circuito parecem estar longe de serem cumpridas.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube