Na Aston Martin, Vettel diz que só se motiva “para correr na parte de cima do grid”

Sebastian Vettel topou assinar com a Aston Martin por perceber a chance de brigar por pódios e vitórias na F1. O alemão vem de um momento frustrante na Ferrari, que mal consegue pontuar

Sebastian Vettel abre um novo capítulo da carreira em 2021. O alemão foi confirmado nesta quinta-feira (10) como reforço na Aston Martin, hoje Racing Point. De quebra, realiza um desejo importante: o alemão segue em uma equipe que promete lutar por posições de destaque na Fórmula 1, algo fundamental para manter a motivação.

“É um prazer anunciar uma notícia importante sobre meu futuro”, disse Vettel ao ser confirmado. “Fico extremamente orgulhoso de dizer que sou um piloto da Aston Martin em 2021. É uma nova aventura para mim como uma marca realmente lendária”, seguiu.

“Eu fiquei impressionado com os resultados da equipe esse ano e acredito que o futuro é ainda mais brilhante. A energia e o comprometimento com Lawrence [Stroll] com esse esporte é algo inspirador e acredito que podemos criar algo muito especial juntos. Eu ainda tenho muito amor pela Fórmula 1 e minha única motivação é correr na parte de cima do grid. Fazer isso com a Aston Martin é um privilégio enorme”, destacou.

FÓRMULA 1; F1; SEBASTIAN VETTEL; FERRARI;
Sebastian Vettel sonha com o retorno pelo menos ao pódio na Aston Martin (Foto: Ferrari)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.

Depois de quatro títulos e 53 vitórias, brigar na frente é algo que Vettel certamente não consegue em 2020. A Ferrari desenvolveu um carro repleto de problemas e, passados oito GPs, Sebastian é apenas 13° no Mundial de Pilotos, como um sexto lugar como melhor resultado. Os problemas azedaram em definitivo a relação entre piloto e equipe, transformando a despedida de Maranello em um martírio.

Na Aston Martin, Vettel tem a chance de recomeçar. O alemão volta a ter um companheiro menos incômodo, deixando Charles Leclerc para trás e virando parceiro de Lance Stroll. Além disso, comanda o desenvolvimento de uma Aston Martin que sonha em brigar por vitórias. Em 2020, com o advento da ‘Mercedes rosa’, a atual Racing Point já está em quarto no Mundial de Construtores, isso contra o sexto lugar da Ferrari.

A grande vítima da transferência de Vettel é Sergio Pérez. O contrato de três anos do mexicano foi rompido, criando situação inconveniente. Ainda não se sabe se Checo segue no grid em 2021.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube