Na despedida da F1, Kubica destaca “dia muito difícil” em Abu Dhabi

Robert Kubica não teve a melhor das despedidas da Fórmula 1. Neste domingo, em Abu Dhabi, o polonês teve mais uma corrida difícil e cruzou a linha de chegada apenas na 19ª, e última, colocação

Robert Kubica encarou uma difícil despedida da Fórmula 1 em Abu Dhabi. Neste domingo (1), em mais uma prova complicada com a Williams, teve de se contentar em receber a bandeira quadriculada em 19º.
 

A corrida em Yas Marina marcou a última do polonês como piloto de Fórmula 1. O competidor teve um ano complicado com a equipe chefiada por Claire Williams, e sua disputa de despedida não foi diferente.
 
“Foi um ano difícil e hoje não foi fácil, mas ao menos tivemos algumas brigas. Na primeira volta com Geroge [Russell], nós tocamos na curva 5 e depois com [Antonio] Giovinazzi, nós nos tocamos bastante”, falou. 
Robert Kubica (Foto: Williams)

“Danifiquei muito o lado direito do assoalho, então, as últimas 35 voltas foram muito difíceis. Não foi uma temporada fácil, mas ao menos tentamos dar nosso máximo e não desistir”, continuou.
 

Após cruzar a linha de chegada, ainda aproveitou para deixar uma mensagem ao time através do rádio. “Muito obrigado a todos pela temporada, na verdade, duas temporadas. Bom trabalho, pessoal, obrigado e boa sorte”. A resposta foi curta: “Obrigado, Robert. Foi um prazer, muito obrigado”.
 
Kubica foi o único piloto da escuderia de Groove que pontuou em 2019. Aproveitando a situação caótica do GP da Alemanha e as punições, terminou em décimo, trazendo o único tento conquistado pelo time.
 

Paddockast # 44
RETROSPECTIVA 2019: MUITO QUE BEM, MUITO QUE MAL

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube