Na Garagem: em Adelaide, Rosberg vence primeira edição do GP da Austrália de F1

Há exatos 30 anos, Keke Rosberg conquistou a vitória no primeiro GP da Austrália da história do Mundial de F1. A corrida aconteceu no circuito de Adelaide e foi a última vencida pelo campeão de 1982

Foi há exatos 30 anos que a F1 deu pela primeira vez a largada para o GP da Austrália. A corrida foi disputada no circuito de rua de Adelaide, no estado da Austrália Meridional, e ficou marcada também por ser a última vencida pelo finlandês Keke Rosberg no Mundial.

 
Adelaide permaneceu no calendário por 11 temporadas, sempre fechando o ano. Se o campeonato já estivesse decidido, como foi o caso de 1985, tudo bem. Era um bom lugar para uma festa de fim de ano.
 
O que ainda estava em jogo era a taça de Construtores, assegurada pela McLaren por oito pontos na briga contra a Ferrari. O único piloto das duas equipes que viu a bandeirada foi o sueco Stefan Johansson, na quinta posição.
 
Ayrton Senna largou na pole com a Lotus, mas foi Rosberg, com a Williams Honda, quem assumiu a ponta na primeira volta. Senna continuou em seu encalço durante a maior parte da prova, porém não percebeu que o piloto estava diminuindo para entrar no box e fazer a troca de pneus, tocou a traseira da Williams e perdeu a asa.
Largada do GP da Austrália de 1985, a primeira corrida da F1 no país (Foto: Forix/Rainer Nyberg)
Senna tentou continuar na corrida sem a asa, à la Gilles Villeneuve, claro que em vão. Depois de parar, voltou a brigar com Rosberg, que faria outro pit-stop, até abandonar com um problema de motor. 
 
Quem também abandonou com uma falha mecânica logo após alcançar a primeira posição foi Niki Lauda. Na última corrida da carreira, o austríaco teve a chance de se aproveitar dos contratempos de Rosberg e Senna. Não deu, e a vitória ficou mesmo com aquele que seria seu substituto na McLaren no ano seguinte.
 
No alto do pódio pela quinta e última vez, Rosberg teve a companhia de Jacques Laffite e de Philippe Streiff, ambos da Ligier. Foi o primeiro e único pódio de Streiff na F1.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube