Na Garagem: Piquet vence GP da Holanda e bota pressão em Jones pelo 1º título

Alan Jones estava sendo extremamente constante na temporada 1980, mas uma vitória de Nelson Piquet no GP da Holanda deixou bem quente a briga pelo caneco

Por mais que Alan Jones tivesse ido ao pódio em todas as vezes que viu a bandeira quadriculada na temporada 1980, havia um piloto que conseguia manter viva a briga pelo título: Nelson Piquet.

 
Mais do que nunca, o campeonato pegou fogo com a vitória de Piquet no GP da Holanda, disputado em 31 de agosto.
Alan Jones após tomar a ponta e antes de ter problemas em Zandvoort (Foto: Forix)
Pelo regulamento, contavam os cinco melhores resultados das sete primeiras provas e os cinco melhores resultados das sete últimas. Após o GP da França, que marcou a metade da temporada, o placar apontava 28 a 25. Então Jones foi para 47 com três pódios seguidos, e Piquet alcançou 36. A prova em Zandvoort foi a 11ª.
 
Jones largou em quarto e completou a primeira volta na liderança, mas danificou uma das ‘saias’ do seu carro ao passar sobre uma zebra. A partir dali, seu rendimento caiu demais, e ele só foi terminar em 11º, três voltas atrás.
Nelson Piquet venceu o GP da Holanda de 1980 (Foto: José Miguel Barros/Forix)
Já Piquet foi crescendo pouco a pouco até tomar a ponta de Jacques Laffite na 13ª volta. O piloto da Brabham então liderou até o fim para vencer por 12s para René Arnoux, que ganhou o segundo lugar de Laffite a três voltas da bandeirada.
 
A diferença no campeonato caiu para apenas dois pontos, e Piquet passaria à frente ao ganhar também em Monza, duas semanas mais tarde. No entanto, o brasileiro abandonou as duas últimas corridas com problemas mecânicos. Jones venceu ambas e deu à Williams seu primeiro título da F1. 
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube