Na Garagem: Red Bull faz dobradinha no GP do Brasil e é campeã da F1 pela 1ª vez

A dobradinha formada por Sebastian Vettel e Mark Webber no GP do Brasil de 2010 selou a conquista do primeiro dos quatro títulos da Red Bull no Mundial de Construtores. O consagrado projetista Adrian Newey comemorou um caneco com a terceira escuderia diferente

Cinco anos depois de realizar o sonho da equipe própria de F1, a Red Bull chegou ao topo da categoria. Foi no GP do Brasil de 2010, há exatos cinco anos, que a marca de bebidas energéticas comemorou a conquista do primeiro de seus quatro títulos do Mundial de Construtores.

 
Não foi uma conquista fácil, uma vez que a McLaren de Jenson Button e Lewis Hamilton ameaçou do início ao fim do campeonato, mantendo os dois pilotos com chances de título até a penúltima corrida do ano. 
 
Naquele GP do Brasil, disputado debaixo de sol forte após uma classificação bem chuvosa no sábado, a Red Bull venceu em grande estilo com a dobradinha de Sebastian Vettel e Mark Webber.
A Red Bull, com a dobradinha, assegurou seu primeiro título de Construtores (Foto: Ferrari)
A corrida, no entanto, teve um pequeno anticlímax. Sonhando com o título de Pilotos, Webber começou a se aproximar do alemão na metade da prova quando o safety-car precisou intervir devido ao acidente de Vitantonio Liuzzi. Na relargada, três retardatários ficaram entre os dois, permitindo a Vettel abrir enquanto o australiano negociava, e assim a corrida foi decidida. Fernando Alonso completou o pódio, com Hamilton em quarto e Button em quinto. Button, campeão do ano anterior, se viu sem chances de tentar o bi no último GP de 2010, em Abu Dhabi. “Apenas” os quatro primeiros foram ao Oriente Médio sonhando com a taça.
 
Após o GP, a Red Bull chegou a 469 pontos, 48 a mais que a McLaren com 43 ainda em jogo. O campeonato terminou com o placar apontando 498 a 454. A Ferrari, terceira colocada, ficou com 396.
Sebastian Vettel venceu o GP do Brasil de 2010, o do primeiro título da Red Bull (Foto: Bridgestone)
O resultado acabou por consagrar de vez Adrian Newey, campeão da F1 pela terceira equipe diferente: Williams e McLaren no fim do século passado e a Red Bull em 2010.
 
“É incrível ter conseguido isso com esta equipe. Estar aqui desde o começo e ter ajudado a construir um time vencedor é uma conquista fantástica para todos em Milton Keynes. Nós certamente não tínhamos a infraestrutura de uma das grandes equipes. Quando eu cheguei à Williams e à McLaren, eu tive muita sorte por estar em lugares que tinham essa infraestrutura e poder apenas pensar no design do carro. Aqui, foi uma tarefa maior. Erguer tudo, montar uma boa operação, e todos corresponderam a esse desafio”, afirmou o projetista.
 
“Peter Prodromou e Rob Marshall precisam de um agradecimento especial pelos seus esforços como aerodinamicista-chefe e designer-chefe. Eles fizeram uma contribuição enorme”, acrescentou. Hoje, cinco anos mais tarde, Prodromou é o responsável pelo carro da McLaren e Marshall assumiu o lugar de Newey na Red Bull.


document.MAX_ct0 ='';
var m3_u = (location.protocol=='https:'?'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?':'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random()*99999999999);
document.write ("”);
//]]>–>

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube