Na Garagem: Webber vai “nada mal para um 2º piloto” e derrota Vettel na Inglaterra

Irritado com o favorecimento da Red Bull a Sebastian Vettel, Mark Webber deu a resposta na pista e venceu com autoridade o GP da Inglaterra em 2010

Foi no GP da Inglaterra de 2010 que azedou de vez a relação entre Sebastian Vettel e Mark Webber na Red Bull. Isso, claro, graças ao desempenho extraordinário do australiano na pista no domingo.

 
No dia 11 de julho, o grid se formou em Silverstone com os dois carros rubro-taurinos na primeira fila. Vettel estava na pole, e Webber estava bastante irritado.
 
Essa ira era compreensível. A Red Bull levou duas asas dianteiras atualizadas para Silverstone, uma para cada um. A de Vettel quebrou nos treinos, e o time escolheu passar a de Webber para o alemão. A alegação: Vettel estava melhor colocado no campeonato (terceiro com 115 pontos contra quarto com 103). Em vitórias, o placar era 2 a 2.
 
Ao final da classificação, a reação de Webber resultou em um dos vídeos favoritos dos fãs de F1 na era da internet.
 
Bem, então veio a corrida, e Webber não afinou. Na largada, não teve medo de dividir a curva, e o resultado foi que Vettel teve um pneu furado. Teve, então, de fazer uma prova de recuperação e chegou em sétimo.
 
Webber, no restante da prova, teve de lidar com Lewis Hamilton, especialmente após uma intervenção do safety-car. Ele venceu por 1s3 e soltou no rádio a famosa frase “nada mal para um segundo piloto”.
Webber não teve medo de atacar Vettel na largada (Foto: Bridgestone Motorsport)

           
    google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
    google_ad_slot = “5708856992”;
    google_ad_width = 336;
    google_ad_height = 280;

Na entrevista depois da corrida, o australiano disse que não teria renovado seu contrato com a Red Bull se soubesse que seria tratado daquela maneira. O pódio ainda teve Nico Rosberg, da Mercedes.

 
A propósito, Webber deixou Silverstone, a décima de 19 corridas, com 128 pontos, sete a mais que Vettel. Os dois brigariam pelo título até a última prova do ano, quando o alemão virou o jogo e faturou o primeiro dos seus quatro títulos.
PADDOCK GP #36 ANALISA FIM DE SEMANA DE POLÊMICAS NA F1 E NA F-E

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube