Na penúltima fila no Brasil, Alonso culpa falta de atualizações desde julho por GPs sem progresso

A McLaren não traz grandes atualizações desde julho, o que deixa Fernando Alonso estacionado nas últimas filas. O espanhol larga apenas em 17º no GP do Brasil após uma nova eliminação durante o Q1 do treino classificatório

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

Fernando Alonso voltou a ser eliminado durante o Q1 do treino classificatório deste sábado (10) em Interlagos, mas não aparenta estar surpreso. O espanhol disse já contar com a estagnação no fim do grid por conta da falta de atualizações da McLaren e de outras equipes na segunda metade da temporada.

 
“Precisamos ver as opções que temos para pontuar ou chegar perto. A gente não tem velocidade”, resumiu Alonso logo após a classificação. “Temos o mesmo [carro] desde julho, não mudamos nada, tanto nós quanto a maioria das equipes. É por isso que cada fim de semana é mais ou menos o mesmo”, seguiu.
 
Alonso conseguiu o 18º melhor tempo, mas larga em 17º por conta da troca de câmbio de Esteban Ocon. O espanhol voltou a ser 0s2 melhor que Stoffel Vandoorne, companheiro de equipe, mas esbarrou nas limitações da McLaren. O sonho era que a chuva caísse já no Q1 para permitir um resultado acima das expectativas, mas São Pedro só levou uma garoa para Interlagos.
Fernando Alonso caiu ainda no Q1 do treino classificatório (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)

“O ‘timing’ não nos favoreceu durante a temporada inteira. Ou chove no Q3, ou chove durante treinos livres, mas a boa notícia é que existe risco de chuva para a corrida também. Se vier, isso nos torna mais competitivos. Não estamos [competitivos] no seco, não tivemos velocidade no fim de semana inteiro”, encerrou.

 
Lewis Hamilton anotou o melhor tempo no treino classificatório em Interlagos, apesar de ainda não ter pole confirmada por conta de um incidente com Sergey Sirotkin durante o Q2. Sebastian Vettel, segundo no grid, também é alvo de investigação por conta de uma infração durante pesagem do carro na mesma sessão.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube