F1

Na torcida por evolução da Racing Point, Pérez espera que GP do Bahrein tenha sido “fundo do poço”

Sergio Pérez pontuou no Bahrein, mas não ficou satisfeito com o rendimento atual da Racing Point. Com atualizações no horizonte da escuderia, o mexicano espera que a corrida no Bahrein tenha sido “a pior do ano”

Grande Prêmio / Redação GP, de Berlim
A Racing Point está com uma conta bancária mais invejável após a chegada de Lawrence Stroll como novo dono, mas o dinheiro ainda não se converteu em bons resultados na pista. A equipe até pontuou nos GPs da Austrália e do Bahrein, mas pouco e sem atuações convincentes. Depois de uma corrida em Sakhir de altos e baixos, Sergio Pérez disse acreditar que o panorama vai se tornar mais positivo nas próximas semanas.
 
“Acho que esse foi o fundo do poço para nós”, disse o mexicano. “Espero que essa tenha sido a pior pista da temporada, espero que tenha sido nossa pior corrida. Também tivemos dificuldades aqui no ano passado, então acho que estar onde estamos, somando um ponto, não é um resultado ruim”, seguiu.
Sergio Pérez confia na evolução da Racing Point em 2019 (Foto: Racing Point)
Pérez cruzou a linha de chegada em décimo. O mexicano estava em vias de terminar em 12º, mas tirou proveito do abandono duplo da Renault nas últimas voltas. Lance Stroll, envolvido em toque com Romain Grosjean na largada, não teve a mesma sorte e cruzou a linha de chegada em 14º.
 
“Eu tive uma boa primeira volta e ganhei muitas posições”, seguiu Pérez. “Estávamos um pouco sem ritmo. Nosso ritmo não estava ótimo e ultrapassar aqui é fácil, então não havia nada que pudéssemos fazer”, lamentou.
 
“A gente teve alguma sorte com a Renault, mas um pouco de azar também porque estávamos tão perto do Albon. Sem o safety-car, teria feito a ultrapassagem. Esses pontos fazem uma diferença enorme no fim do ano, então precisamos seguir somando o maior número possível nesse momento, como o carro tão fraco quanto está. Espero que, passo a passo, a gente consiga melhorar o carro”, encerrou.
 
A nova oportunidade de reação para Pérez e Racing Point é em 14 de abril, data reservada para o GP da China.