“Não faz sentido entrar em pânico”: Vettel pede calma e “trabalho” à Ferrari

Sebastian Vettel reconheceu que a “Mercedes está mais à vontade e tem mais facilidade para marcar tempos”. Ao falar sobre a Ferrari, o tetracampeão lembrou que as expectativas altas são naturais, mas que o momento pede calma, tranquilidade e trabalho: “Parece que não somos os mais rápidos. Temos trabalho pela frente”

O desempenho da nova SF1000 nos testes de pré-temporada levanta mais dúvidas do que certezas a respeito do potencial da Ferrari para o Mundial de F1 em 2020. Sebastian Vettel, líder do quinto e penúltimo dia de atividade de pista em Barcelona, na última quinta-feira (27), entende que a Mercedes tem um ritmo superior, mas defendeu o trabalho da escuderia de Maranello. E, acima de tudo, pediu calma, paciência e muito trabalho para que a Ferrari tenha condições de brigar e vencer ao longo do campeonato.
 
Em entrevista coletiva acompanhada pelo GRANDE PRÊMIO pouco depois dos trabalhos de quinta-feira, Vettel deixou claro que não é hora de entrar em desespero.
 
“O ambiente que percebo é que alguns estão preocupados. As expectativas são altas porque somos a Ferrari e estamos aqui para vencer. Estão dizendo que não saímos para quebrar recordes nos testes e que não fazemos tempos com facilidade, mas também é justo dizer que ainda é muito cedo para chegar a conclusões equivocadas”, disse o tetracampeão.
Sebastian Vettel pediu calma após uma pré-temporada de mais dúvidas que certezas (Foto: Ferrari)
“Não faz sentido estar preocupado ou entrar em pânico. Temos de garantir que, se o carro não for o mais rápido na Austrália, que saibamos dar a volta por cima para que ele seja no fim da temporada. Agora temos de fazer tudo o que queremos, explorar todas as direções. Este é o momento de conhecer o carro e aproveitar essa experiência para o restante do ano”, salientou.
 
Sebastian entende que, com o longo ano que a F1 vai ter pela frente, não há razão para pressa sobre o que a Ferrari vai poder ou não fazer neste ano.
 
“Estamos aqui para lutar. Você tem uma opção de vitória a cada corrida. Não há motivo para falar muito neste momento porque nem sequer começamos a correr. A temporada vai ser muito longa, muitas coisas vão acontecer. Com o novo regulamento de 2021, vai ser um ano difícil. Temos de manter a concentração, fazer nosso trabalho e não chegar a conclusões precipitadas tão cedo”, reforçou.
 
O alemão acredita que, nesta fase inicial de preparação, a rival Mercedes mostra estar alguns passos à frente das demais. “Parece que a Mercedes está mais à vontade. Não somente em termos de volta rápida, que é aquilo que todo mundo vê, mas no geral. Também nos stints. É difícil saber. Se você der uma olhada nos tempos, diria que a Mercedes está acima porque cada vez que eles estão na pista, os tempos vêm com facilidade. Os outros têm de se esforçar um pouco mais”.
 
Sobre a Ferrari, o discurso de Vettel é bem mais cauteloso. “Vamos ver com o tempo. Trabalhamos arduamente durante o inverno. Acho que nosso carro é um passo em frente. Tem mais arrasto, mas estamos trabalhando para ser mais eficientes. Ainda acreditamos que isso vai nos dar uma vantagem para os acertos para a corrida. Desenvolver o carro vai ser a chave”, disse.
 
“Parece que, no momento, não somos os mais rápidos. Temos trabalho pela frente, mas se esse é realmente o caso, vamos trabalhar desde já”, completou.
 
O GRANDE PRÊMIO cobre AO VIVO, em TEMPO REAL e ‘in loco’ os testes de pré-temporada da F1 em Barcelona com o repórter Vitor Fazio. Siga tudo aqui.

Paddockast #50
GRANDES PROMESSAS QUE NÃO VINGARAM

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube