F1

Narrador da TV holandesa se empolga e diz que vitória de Verstappen na Espanha foi “bizarra pra cacete”

Max Verstappen fez história neste domingo (15) logo na estreia na Red Bull, ao se tornar o mais jovem piloto a vencer na F1. Verstappen também foi o primeiro holandês a conquistar uma vitória na maior das categorias. Por tudo isso, o narrador da TV da Holanda não poupou na emoção e disse que o triunfo de Max foi “bizarro pra cacete”

Warm Up / Redação GP, de Curitiba

Toda a emoção da vitória de Max Verstappen em Barcelona, no domingo (15), ficou estampada na narração do grande feito pela TV da Holanda. O filho de Jos escreveu seu nome na história ao cruzar a linha de chegada na primeira colocação no GP da Espanha, o que o tornou o piloto mais jovem a vencer na F1 e também o primeiro holandês a triunfar na maior das categorias.
 
Verstappen não desperdiçou a chance de ouro que ganhou da Red Bull. Max foi promovido depois que a equipe tetracampeã ‘rebaixou’ Daniil Kvyat, após o desastroso GP em Sóchi, em que o russo acabou com a corrida de Sebastian Vettel e também a dos energéticos.

Com voz embargada, o narrador holandês Olav Mol não teve outra definição para a primeira vitória de seu país na F1. Foi “fantástica”, mas “bizarra pra cacete”. "Vitórias no esporte são lindas, mas esta foi fantástica, bizarra para cacete", afirmou logo depois que Verstappen recebeu a bandeirada na linha de chegada. 
O mais jovem vencedor da história da F1 (Foto: Getty Images)

Piloto do programa da Red Bull e principal aposta do consultor Helmut Marko, Verstappen se mostrou capaz e à altura do desafio de andar no vitorioso time chefiado por Christian Horner. Max não cometeu sequer nenhum erro durante o fim de semana em Barcelona, se classificou em quarto, andando no mesmo ritmo do colega Daniel Ricciardo e, na corrida, foi impecável.
 
Uma vez na primeira colocação, o jovem piloto se mostrou firme e soube segurar a pressão de Kimi Räikkönen, além do desgaste dos pneus, para vencer pela primeira vez na F1. “É algo incrível, mal posso acreditar nisso. Foi uma bela prova. Tenho de agradecer à equipe por ter me dado um grande carro”, vibrou o ganhador.
 
O QUE ESTÁ POR TRÁS DO RECENTE NOTICIÁRIO SOBRE SCHUMACHER