Nasr pede que Sauber seja cautelosa e não “jogue dinheiro fora” com atualizações que não funcionam

Felipe Nasr foi direto ao falar das deficiências da Sauber. Para o brasileiro, a equipe suíça precisa entender bem as atualizações para não gastar dinheiro à toa na F1. "É importante parar de gastar dinheiro em coisas que talvez não funcionem", disse

A Sauber precisa ser objetiva com relação às atualizações e garantir que "não vai jogar dinheiro fora" em itens que não funcionam. A opinião é de Felipe Nasr, piloto que faz a estreia na F1 neste ano e que ocupa a 11ª colocação no Mundial de Pilotos, com 16 pontos.

Depois de um início forte de temporada, quando terminou a primeira prova na quinta colocação, Nasr ainda somou pontos na China e em Mônaco. Marcus Ericsson, por sua vez, terminou na zona de pontos somente em Melbourne e em Xangai. Mas agora a equipe entrou em uma fase de poucos resultados. E planeja um grande pacote de novidades apenas para o GP de Cingapura, que acontece em setembro.

Nasr pediu parcimônia à Sauber (Foto: Beto Issa)

Nasr disse ainda que é importante que a Sauber, que possui um dos menores orçamentos do grid, gaste seus limitados recursos de forma eficiente. "É importante parar de gastar dinheiro em coisas que talvez não funcionem", disse o brasileiro. "Precisamos ser muito objetivos, correlacionando os números e tendo certeza do que vão funcionar no túnel de vento", completou.

"Do lado do design, o desafio é trazer algo que vai acrescentar alguma coisa ao carro. Eu sinto que o potencial das pessoas que trabalham aqui é grande. As instalações da equipe são boas, então sinto que as coisas estão começando a se acertar", acrescentou o brasiliense.

Para o brasileiro, a chegada do novo diretor-técnico, Mark Smith, vai funcionar como um impulso extra para a Sauber, mas o time precisa entender no que realmente investir. "Não é apenas uma questão de trazer algo novo, se você não sabe o que está acontecendo. Foi como na China, por exemplo, nós trouxemos uma nova asa dianteira, e não foi o que estávamos esperando", afirmou Felipe.

"Eles querem trazer algo que realmente signifique que demos um passo decente. Eu acho, e tenho certeza de que a equipe tem a mesma mentalidade, que é melhor esperar por algo que vai encaixar corretamente ao invés de apenas jogar as coisas nas corridas e ver se funciona. É melhor ter algo concreto com o que trabalhar. E nós precisamos ter um pouco de paciência, bem como para descobrir os pontos chave para trabalhar", acrescentou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube