Nono, Massa lamenta erro cometido no Q3 em Cingapura: “Poderíamos estar algumas posições acima”

Felipe Massa não sairá tão satisfeito do treino classificatório quanto gostaria. Neste sábado (19), na tomada de tempo para definição do grid de largada em Marina Bay, o titular da Williams chegou ao Q3, mas com a marca de 1min46s077, sairá apenas do nono posto do grid

Um dia não tão positivo para Felipe Massa. Assim pode ser descrito o sábado (19) de treino classificatório em Marina Bay. Após apresentar dificuldade na primeira parte da tomada de tempos, chegando a ficar na zona de corte, o titular da Williams conseguiu a chegar ao Q3, mas após marcar 1min46s077, largará apenas da nona posição. 

Durante o Q1, o piloto do carro #19 cravou 1min48s300 logo na sua primeira volta, melhorando 0s188 em sua segunda tentativa. No final da sessão, o brasileiro estava já na zona da degola e melhorou seu tempo para 1min46s879 e passando em 14º para o Q2. 

Na segunda parte do treino classificatório, o titular da Williams saiu rapidamente para a pista e logo encaixou uma ótima marca de 1min45s701, cerca de 0s5 mais veloz que seu companheiro Valtteri Bottas. Diferente da primeira sessão, ele foi para a parte final do treino cronometrado com sobras.

Felipe Massa foi recebido pelos fãs em Cingapura neste sábado (Foto: AP)

No terceiro e último bloco da classificação, o brasileiro havia cravado a sétima colocação do grid. Porém, apesar de não deixar de aproveitar uma última oportunidade, retornando para o traçado e melhorando o seu tempo, o piloto largará da nona colocação em Marina Bay.

Ao avaliar sua classificação, Massa admitiu que não foi uma tomada de tempos fácil, e reconheceu que o erro que cometeu na última sessão acabou comprometendo seu resultado final. "Não foi uma classificação fácil", disse. 
 
"Cometi um erro no Q3 e perdi tempo que poderia ter me colocado algumas posições acima. Só tínhamos um jogo de pneus novos para a última parte do treino classificatório, então tentei tudo o que podia, até demais", continuou. 
 
Para a corrida, o titular da Williams afirmou que apenas poderá se esforçar ao máximo para extrair tudo do carro. "A posição no final poderia ter sido bem melhor, mas aqui não é uma pista fantástica para nós, então nos concentraremos no melhor que conseguiremos para a corrida de amanhã", encerrou.

O GP de Cingapura tem início às 9h (de Brasília) deste domingo, com acompanhamento em TEMPO REAL do GRANDE PRÊMIO.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube