F1

Norris admite nervosismo, mas comemora ida ao Q3 em estreia na F1: “É grandioso ver que é possível”

Lando Norris viu sua estrela brilhar logo na primeira sessão classificatória como piloto de F1. Na estreia representando a McLaren, o prodígio britânico de 19 anos andou sempre no top-10, avançou para a fase final e vai largar em oitavo lugar. Em contrapartida, o companheiro de equipe Carlos Sainz foi eliminado no Q1

Grande Prêmio / FERNANDO SILVA, de Sumaré
 
Em contrapartida, Carlos Sainz teve uma classificação pra lá de decepcionante. O espanhol, que foi contratado para substituir Fernando Alonso em 2019, foi eliminado logo no Q1 e vai largar apenas em 18º, dez posições atrás de Norris.
Lando Norris passou para o Q3 logo na sua estreia na F1 (Foto: AFP)
O britânico, que não conseguiu marcar bons tempos nos treinos livres, deu a volta por cima no momento mais importante do fim de semana até agora e andou sempre entre os dez primeiros colocados, conseguindo assegurar sua passagem ao Q3 ao desbancar, por exemplo, a dupla da Renault, Nico Hülkenberg e Daniel Ricciardo.
 
Mas estreia é sempre estreia, diria o poeta, e Norris naturalmente sentiu o peso do debute na F1, mas conseguiu superar o nervosismo para brilhar na Austrália.
 
“Curti até determinado momento. Fiquei tão nervoso que quase destruí a diversão. O prazer vem quando sei que posso completar uma volta rápida, e é isso o que me faz feliz, ver tudo dando certo e ver uma boa classificação”, comentou o piloto em entrevista à emissora britânica Sky Sports.
 
“Tive três tentativas e usei três jogos de pneus macios, nosso objetivo era simplesmente tentar ir para o Q2, mas conseguimos avançar para o Q3. É grandioso ver que é possível fazê-lo e que, de alguma forma, avançamos em relação ao ano passado, não muito, mas acho que tirei o máximo e ainda precisamos de muito trabalho para manter esse Q3”, declarou Norris, deixando claro que não vê o resultado deste sábado como algo acidental. “Hoje não foi um caso pontual”.
 
Por sua vez, Sainz lamentou o tráfego da Williams de Robert Kubica, que vinha lento à sua frente por conta de um pneu furado.
 
“É decepcionante. A volta vinha bem encaixada e facilmente passaria para o Q2, mas infelizmente peguei uma Williams com pneu furado no meio da curva 14 e perdi todo o último setor. Frustrante, mas acho que nós vamos ter uma boa estratégia para amanhã”, escreveu o novo piloto da McLaren no Twitter.
 
A largada da primeira corrida do campeonato acontece às 2h10 (horário de Brasília) deste domingo. O GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e em TEMPO REAL todo o fim de semana do GP da Austrália, prova que abre a temporada 2019 do Mundial de F1. Siga tudo aqui.