Norris vê Ferrari com desempenho “esperado” e garante: “Ainda podemos alcançá-los”

Depois de assistir à Ferrari fazer uma dobradinha no TL2, Lando Norris disse prever o bom ritmo dos carros de Sainz e Leclerc, mas acredita que a McLaren ainda tem forças para alcançá-los

Pintura retrô no MCL35M, contrato renovado por múltiplas temporadas e uma quinta etapa no tradicional circuito de Mônaco, usando um layout também especial no capacete. O jovem Lando Norris tinha a motivação necessária para mostrar um bom desempenho nesta quinta-feira (20) de treinos livres no Principado. Porém, o britânico não conseguiu bater o ritmo da Mercedes, Red Bull e a surpreendente Ferrari. Assim, alcançou um tímido sétimo lugar na primeira sessão e subiu para o sexto na segunda. Mesmo assim, o piloto afirmou ter tido um dia positivo por se sentir mais confiante com o carro.

“Eu me sinto bem. Não estamos muito longe, estamos a uma a uma distância realista dos caras que estão a nossa frente, mas o carro está bom e temos coisas a melhorar para amanhã. Então, estou muito feliz”, disse Norris.

“Mônaco não é uma pista fácil de controlar com velocidade. Eu me senti muito confortável no carro desde o TL1. Normalmente é um pouco estranho vir aqui por conta do muros próximos e os solavancos da pista”, acrescentou.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Enquanto Red Bull e Mercedes disparam na batalha para a primeira posição do campeonato, McLaren e Ferrari são candidatas a disputar o terceiro no Mundial de Construtores. As duas equipes estão a apenas cinco pontos de distância, com a escuderia inglesa à frente, com 65 tentos. Só que, neste primeiro dia de provas em Mônaco, a escuderia italiana levou a melhor.

“Eles foram muito rápidos na chicane final, e eu mandei uma mensagem para o Carlos [Sainz Jr.] antes do fim de semana dizendo que achava que ele tinha uma boa chance de ganhar. Vamos ver”, declarou.

“Do nosso lado, é o que se espera. Nós sabemos onde eles são rápidos e onde eles não estão muito bem. Tenho certeza de que podemos alcançá-los em determinados pontos”, concluiu Norris.

McLaren de Lando Norris e seu layout especial para o GP de Mônaco. (Foto: McLaren)

O companheiro de McLaren, Daniel Ricciardo não sai com o mesmo sentimento. O australiano, que dominou o fim de semana de Mônaco com a Red Bull em 2018, ficou somente na 15ª posição na segunda sessão de treinos. No entanto, Ricciardo negou qualquer mal-estar à frente do MCL35M.

“Senti que tinha confiança, apenas não estava conseguindo traduzir isso em tempo de volta”, disse ele. “Atrás do volante era muito frustrante porque eu cruzava a linha e pensava que tinha sido uma volta decente”, explicou Ricciardo.

“Então é frustrante porque estou muito longe. Há muito tempo ainda para me encontrar. Felizmente, temos amanhã de folga, mas agora é como, sim, correr atrás do tempo perdido. Vou olhar os dados, é bom que amanhã seja o dia de folga, basta entender tudo e descobrir”, finalizou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar