F1

Novo carro da Haas “parece bravo”, diz Magnussen. E Grosjean revela “dor de cabeça” com mudanças

Romain Grosjean e Kevin Magnussen são os primeiros pilotos com seu novo carro para a F1 2019 revelados. O francês e o dinamarquês teceram breves comentários sobre o que viram do VF-19
Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
 A Haas apresentou a pintura para a temporada 2019 da F1 (Foto: Haas)

A Haas foi a primeira equipe a apresentar seu carro para a temporada 2019 da F1, nesta quinta-feira (7). E a principal novidade foi a mudança de desenho: agora, os carros do time americano são pretos e dourados, predominantemente. Mas houve mudanças aerodinâmicas, também, como a questão das asas dianteiras, previstas no novo regulamento técnico.

E como Romain Grosjean e Kevin Magnussen vão ser os responsáveis por guiar os carros nas pistas da principal categoria do automobilismo mundial, eles comentaram brevemente as primeiras impressões sobre o VF-19, o quarto carro da história da Haas.

Magnussen destacou a aparência e as novas cores da equipe: "Parece muito legal, não é? Essas novas cores o fazem parecer rápido, parece bravo."

"(Pilotá-lo)Vai ser um momento emocionante, é tradicionalmente o momento para descobrir como sentimos o carro e, como pilotos, vai nos dar uma boa ideia do quão bom ele é", completou.
A Haas apresentou a pintura para a temporada 2019 da F1 (Foto: Haas)
Já o francês analisou as novidades aerodinâmicas, com foco na asa dianteira simplificada, alterada para 2019 para facilitar ultrapassagens.

"Nossos engenheiros trabalharam duro no novo carro, com atenção especial para as novas asas. Não parece muito diferente, mas elas deram muita dor de cabeça", disse Grosjean.

"Em breve caberá a nós, como pilotos, assumir o trabalho deles. Os primeiros metros com o novo carro esrtão por vir. Veremos se vamos ter mais ultrapassagens com essas mudanças", completou.

A pré-temporada da F1, em Barcelona, tem sua primeira sessão aberta no próximo dia 18 de fevereiro.