F1

Ocon aceita pedido de desculpas de Pérez e culpa “calor do momento e situação perigosa” por críticas em Spa

Depois de ter tido que Sergio Pérez quis matá-lo na disputa entre ambos no GP da Bélgica, Esteban Ocon baixou o tom nesta manhã de segunda-feira (28). O jovem francês se disse comprometido com a Force India e culpou o “calor do momento e à situação perigosa” pelos comentários agressivos deste domingo

Warm Up / Redação GP, de Curitiba

Depois de ter criticado o comportamento do companheiro de equipe Sergio Pérez nos incidentes do GP da Bélgica deste domingo, tendo inclusive dito que o mexicano tentou lhe matar, o jovem Esteban Ocon voltou atrás nesta segunda-feira (28) e, também pelas redes sociais, baixou o tom, se disse comprometido com a Force India e culpou o “calor do momento” pela postura mais agressiva ao falar da disputa com o Pérez.
 
Durante a corrida em Spa, Ocon e Pérez, uma vez mais, protagonizaram uma luta acirrada por posições. Como vem acontecendo ao longo da temporada, os dois se enfrentaram logo na largada e se tocaram na descida da Eau Rouge. Na parte final da prova, ambos novamente se encontraram em disputa – agora pela décima colocação. Ocon tentou a ultrapassagem usando o lado de dentro no mesmo lugar do incidente anterior, mas Pérez fechou a porta e o toque foi inevitável. 
 
Após a prova, Esteban disparou contra o colega de time e o chamou para uma conversa de “homem para homem”. Nas redes sociais, Ocon acusou o colega de equipe de tentar matá-lo duas vezes. ‘Checo’ rebateu, disse que não vai “fazer comentários estúpidos” e avisou que quer virar a página. Pérez chegou a fazer dois vídeos para explicar o seu lado da história, em que assume a culpa pela primeira disputa com o francês. 
Novo incidente entre Ocon e Pérez deflagra clima de guerra na Force India (Foto: Reprodução)

Agora, Ocon mostra um discurso mais ameno. "No calor do momento e dada a situação perigosa, eu fiquei bastante irritado. Mas já estamos seguindo adiante, nós somos uma equipe e eu apreciei muito o pedido de desculpas do meu companheiro de time. Nós queremos trabalhar bem juntos. Eu estou comprometido com o sucesso da Force India e estou confiante de que, como equipe, vamos deixar tudo isso para trás, para seguir tentando alcançar níveis maiores de êxito juntos", escreveu o piloto de 20 anos em suas redes sociais.
 
"Nós temos um grande desafio pela frente para manter a equipe na quarta posição e nada vai nos distrair deste objetivo", completou.
 
 
RENOVAÇÃO COM RÄIKKÖNEN DIZ MUITO SOBRE O QUE É A FERRARI E SEU PENSAMENTO SOBRE A F1