Ocon cita 2019 difícil e lamenta: “parece que tudo está contra meu retorno”

O francês falou do difícil período em que esteve afastado da categoria, mas reforçou que o tempo extra ajudou na preparação para 2020

Esteban Ocon já não vê a hora de finalmente voltar para o grid da Fórmula 1. Retornando como titular após um ano como reserva, o francês avaliou o período longe como estranho e admitiu que 2019 não foi fácil de lidar.

Na última temporada, perdeu sua vaga na Racing Point para Lance Stroll e teve de se contentar com o posto de piloto reserva na Mercedes.

Mas então, quando fechou com Renault para substituir Nico Hülkenberg, o mundo mergulhou na pandemia do coronavírus e adiou sua volta. “Tenho esperado faz tanto tempo”, disse em coletiva de imprensa online.

Ocon está contando os minutos para o início da temporada (Foto: Renault)

“Um ano e meio é doideira, parece que está tudo contra meu retorno. Tem sido um período bastante estranho. Ganhei um tempo extra para me preparar, ficar pronto. Ano passado foi muito difícil, mas neste ano, tenho um sentimento diferente, pois estou em uma ótima equipe”, avaliou o piloto de 23 anos. Tenho grande desafio com um carro competitivo e estou com fome para retornar”, completou.

E Ocon teve importante preparação para o início da temporada. No final de junho, fez parte de um dia de teste privado no Red Bull Ring, comandando o carro de 2018 da Renault. “Eu me senti muito bem no carro”, apontou.

“Foi bom voltar para uma pista de verdade após tanto tempo correndo nos eSports. Eu me senti incrível. Sair da garagem é uma sensação muito especial após tanto tempo. Não demorou para encontrar o ritmo. Estou definitivamente pronto para a Áustria”, encerrou.

A Fórmula 1 começa a temporada 2020 neste final de semana. A categoria desembarca no Red Bull Ring, na Áustria.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube