Ocon é punido por atrapalhar Russell e perde 3 posições no grid do GP dos 70 anos

Esteban Ocon bloqueou George Russell ainda no Q1 e, mesmo com o rival avançando ao Q2, acabou punido e vai largar de 14º na corrida deste domingo

Esteban Ocon não escapou de uma punição por ter atrapalhado George Russell no Q1 do GP dos 70 Anos neste sábado (8). Mesmo com o rival avançando de fase, o francês perdeu três posições no grid e, assim, vai largar em 14º, exatamente uma posição na frente de Russell.

Logo após o incidente, George se queixou bastante no rádio, dizendo que o incidente havia sido muito perigoso. Ocon, assim que voltou para os boxes, reconheceu para a equipe que estava em situação complicada pelo enrosco. É que a Renault avisou o francês da presença do piloto da Williams muito tarde e, por pouco, os dois não colidiram.

Esteban Ocon caiu para 14º com a punição (Foto: Renault)

Ocon vinha em uma volta de aquecimento, mas mais rápido que Antonio Giovinazzi, que estava na sua frente e ia voltando aos boxes. Aí, quando foi ultrapassar o piloto da Alfa Romeo, acabou entrando perigosamente na frente de Russell, que vinha bem mais veloz, em volta de classificação.

No documento da punição, os comissários explicaram que a Renault não avisou Ocon da presença de Russell, só da de Giovinazzi, na frente. A Renault reconheceu o erro, não auxiliando Esteban em sua posição na pista. Com Ocon caindo para 14º, Sebastian Vettel, Carlos Sainz Jr. e Romain Grosjean ganham uma posição no grid.

A largada do GP dos 70 Anos da Fórmula 1 está marcada para 10h10 (de Brasília) deste domingo. O GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e em TEMPO REAL.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube