Ocon elogia gestão de carreira e diz que “a Mercedes está feliz com o que estou fazendo na F1”

Esteban Ocon é tratado pela Mercedes como uma joia de futuro, mas que já vem mostrando um grande trabalho. No seu primeiro ano completo no Mundial de F1, o jovem francês marcou pontos em 18 das 20 corridas do calendário e terminou em oitavo lugar com a Force India. “Se todo mundo está feliz, só tenho de continuar e fazer tudo o que puder”, disse

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

A Mercedes negocia com Lewis Hamilton a renovação de contrato e tem vínculo com Valtteri Bottas até o fim de 2018, mas já trabalha para lapidar sua maior joia para o futuro. E essa joia atende pelo nome de Esteban Ocon. O francês foi alçado à F1 graças à Mercedes, que primeiro o emprestou à Manor e depois foi peça fundamental para encaixá-lo na parceira Force India. Na quarta força da F1, Ocon conseguiu mostrar logo de cara seu potencial ao pontuar em 18 das 20 provas do calendário e fechar o Mundial de Pilotos em oitavo lugar, logo atrás do seu companheiro de equipe, Sergio Pérez.

 
Na visão de Esteban, seu primeiro ano completo na F1 foi muito bom, o que denota a satisfação tanto da Force India como também da Mercedes. “A Force India está feliz com o trabalho que estou fazendo e a Mercedes também está feliz com o que estou fazendo. Então, se todo mundo está feliz, só tenho de continuar e fazer tudo o que puder”, afirmou o piloto em entrevista à revista britânica ‘Autosport’.
 
Ocon está bastante feliz com a forma como a Mercedes gerencia sua carreira e acompanha seus passos na F1. Esteban contou como é a relação com Toto Wolff, diretor-esportivo da equipe tetracampeã do mundo e com todos os membros do time que acompanham seu desenvolvimento como piloto.
Esteban Ocon contou como vem sendo lapidado pela Mercedes na F1 (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)
“Na maior parte do tempo nos falamos por telefone, às vezes também na pista. Eles me ligam para alguma reunião rápida, de 35, 40 minutos, para ver como estou indo, quais são meus problemas, no que eu posso melhorar”, explicou.
 
“Eles também têm reuniões com a Force India para ver como meu desenvolvimento está caminhando. Eles são muito próximos a mim, sobre como estou trabalhando, o que é normal. Eles são meu principal apoiador e sou parte do programa de desenvolvimento. Eles são muito interessados no que estou fazendo, e acho que isso é bom”, acrescentou Esteban.
 
Questionado sobre o sonho de ser titular da Mercedes no futuro, o francês lembrou que procura focar onde está agora, deixando o que está por vir nas mãos de quem gerencia sua carreira. Mas sabe que, se manter o trabalho feito na Force India, grandes portas vão se abrir.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

“No momento, estou focado no trabalho que estou fazendo com a Force India. Se a Force India está feliz e a Mercedes está feliz, haverá muitas oportunidades no futuro. Se você fizer um grande trabalho, sempre vai haver oportunidades. Você precisa focar no trabalho que faz na pista e o trabalho que é feito com os engenheiros”, salientou.

 
“Confio plenamente na minha gestão [de carreira] com a Mercedes, sei que eles sempre têm feito um bom trabalho para mim e boas escolhas”, encerrou o talentoso francês.
EM BUSCA DO SONHO DA F1

PIETRO FITTIPALDI REVELA QUE NEGOCIOU COM A SAUBER PARA 2018

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube