Organização classifica boatos sobre fim do GP da Índia como “sem fundamento e maliciosos”

A JPSI, empresa que promove a corrida, disse que o contrato válido até 2015 será mantido e outras categorias do esporte a motor mundial deverão desembarcar na Índia, assim como aconteceu com a Superbike em 2013

Os organizadores do GP da Índia desmentiram que o futuro da corrida está ameaçado. Após algumas notícias na terça-feira terem apontado que a etapa de Buddh pode ficar de fora do calendário da F1 em 2014, um representante da empresa que promove a prova, a Jaypee Sports International (JPSI), disse nesta quarta-feira (19) que tudo não passa de boatos maliciosos.

“Algumas agências internacionais de notícias estão tentando espalhar o rumor de que a JPSI pode não sediar o GP da Índia de 2014. Isso não tem fundamento e é algo malicioso”, disse. “Nosso acordo com a FOM é receber corridas da F1 em Buddh até 2015, e nós estamos totalmente comprometidos com isso. Não há razão para desistirmos”, declarou.

O GP da Índia segue na F1, garantem os organizadores(Foto: Force India)

A etapa da Índia foi disputada pela primeira vez em 2011 e tem um contrato válido até 2015. Entretanto, com a F1 indo parar na Rússia e em Nova Jersey no ano que vem, alguns rumores apontavam que a etapa indiana poderia cair fora do calendário como forma de diminuir o número de provas e, consequentemente, os custos das equipes.

A JPSI, porém, afirmou que não há chances de isso acontecer. O representante da empresa disse, ainda, que a tendência é que cada vez mais categorias venham ao país asiático. “Na verdade, a JPSI está tentando trazer mais corridas de carro e de moto para Buddh, além da F1 e do Mundial de Superbike, que vai correr no dia 17 de novembro deste ano”, afirmou.

“Nós estamos totalmente comprometidos em promover o automobilismo na Índia em colaboração com o governo local e com organizações automobilísticas locais e globais”, acrescentou o dirigente.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube