Para chefe de equipe da Red Bull, campeonato vai ser “disputa de cinco corridas” entre Alonso e Vettel

Com duas vitórias nas últimas duas corridas, Christian Horner descartou que o novo DRS duplo seja o principal responsável pela melhora da equipe. Com Vettel muito perto de Alonso, o dirigente acredita que o melhor trabalho na reta final vai prevalecer no campeonato

Desde o GP de Cingapura, a Red Bull está usando um novo DRS duplo e os resultados estão aparecendo. Sebastian Vettel venceu no circuito de Marina Bay e repetiu o resultado no Japão, diminuindo a diferença para Fernando Alonso, que abandonou a prova, para apenas quatro pontos com cinco provas para o encerramento da temporada.

Mesmo com um desempenho acima dos outros no classificatório, Christian Horner, chefe de equipe, não acredita que o equipamento seja o principal responsável pela melhora da equipe na reta final do campeonato.

“Como acontece com essas coisas, nunca existe um salvador e acho que é difícil dizer que a melhor do carro se deu apenas por isso. Nós tivemos progressos em diferentes áreas e estamos de olho nos detalhes”, explicou. “Nós tivemos o pit-stop mais rápido no Japão, por exemplo, então seria errado falar que nosso desempenho seja apenas o ganho de alguns quilômetros nas retas”, continuou.

Horner não acredita que novo DRS duplo é o principal responsável por melhora da Red Bull (Foto: Red Bull/ Getty Images/ Mark Thompson)

Para o dirigente, a melhor da Red Bull se deve a uma série de fatores, mas, principalmente, pelo carro ter casado bem com as características do tradicional circuito de Suzuka. “O carro funcionou bem em todas as condições, com muito e pouco combustível, nos stints longos e com os dois tipos de pneus. O carro adaptou-se muito bem ao circuito”, comemorou.

Crescendo na reta final do campeonato, o dirigente sabe que não vai ser fácil manter o desempenho pelo que foi apresentado neste ano, quando várias equipes foram bem em circuitos diferentes.

“Mas nós vimos como as coisas mudam, então não há existe qualquer precisão de que vamos sair melhores após esta prova. Para isso acontecer, precisamos continuar trabalhando para melhorar o desempenho do carro. O campeonato agora é uma disputa de cinco corridas entre Fernando e Sebastian”, apontou.

“Você não pode descartar os outros, mas quem fizer o melhor trabalho nas próximas cinco corridas vai acabar prevalecendo no campeonato”, finalizou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube