Para evitar baixo desgaste e aumentar pit-stops, Pirelli estuda ampliar compostos para pista seca

A Pirelli afirmou que precisa de uma escolha ainda maior de compostos para pista seca para evitar a baixa degradação dos pneus em corridas como na Índia

Para evitar as condições vividas no GP da Índia, disputado no último fim de semana, em que os dois compostos para pista seca pista apresentaram baixíssimo nível de desgaste, a Pirelli já fala em aumentar o número de pneus no futuro. A fornecedora, por regulamento, é obrigada a informar às equipes, ainda no início do ano, os quatro tipos de compostos que serão utilizados, sendo que a cada por fim de semana, a fabricante escolhe e disponibiliza dois tipos de compostos para piso seco. 

Este sistema foi introduzido em 2007, quando a japonesa Bridgestone passou a ser a fornecedora única de pneus da F1. A Pirelli apenas continuou seguindo as mesmas regras. Entretanto, Paul Hembery, diretor de competições na fabricante italiana, acredita que quatro compostos não são capazes de atender às várias opções para as diversas pistas do campeonato. “Nós gostaríamos de ter uma gama maior de opções, o que nos daria um número maior de soluções na hora de escolher os compostos, permitindo, inclusive, mais pit-stops durante as corridas”, explicou Hembery em entrevista ao site inglês ‘Autosport’.

Pirelli deseja aumentar número de compostos para pista seca (Foto: Pirelli)

“Com quatro opções, você sempre vai acabar ficando limitado. No mínimo, acho que podemos ter oito compostos, atendendo às necessidades de pistas com baixas e altas temperaturas”, completou.

Apesar da sugestão, o diretor afirmou que ano houve qualquer discussão sobre isso e que a Pirelli já trabalha na finalização dos quatro compostos para a temporada 2013 da F1. Entretanto, Hembery deixou claro que, se a fornecedora continuar em 2014, o assunto entrará na pauta para maiores discussões com a FIA. 

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube