F1

Parceira de Kubica, PKN Orlen diz que vai seguir na F1 e promete anúncio em breve

A petrolífera polonesa PKN Orlen, que entrou na F1 neste ano como patrocinadora da Williams graças à sua ligação com Robert Kubica, vai continuar no esporte na próxima temporada. “Você não entra na F1 por um ano”, afirmou o presidente da empresa, Daniel Obajtek. O executivo afirmou que o anúncio oficial sobre o destino da marca deve acontecer em até dois meses

Grande Prêmio / Redação GP, de Sumaré
A temporada 2019 do Mundial de F1 marcou a entrada da PKN Orlen, petrolífera polonesa, no grid do Mundial como marca patrocinadora da Williams. A aliança ajudou a bancar a participação de Robert Kubica no seu regresso à categoria após oito anos de ausência. Contudo, mesmo com a saída do polonês da escuderia britânica ao fim do campeonato, a empresa vai seguir associando sua marca ao esporte em 2020, garante o presidente da companhia, Daniel Obajtek.
 
“Você não entra na F1 por um ano. É uma construção da marca”, declarou o executivo em entrevista ao jornal local ‘Puls Biznesu’. “Estamos em conversas com vários patrocinadores. A Orlen vai continuar na F1 e vai ser associada a Robert Kubica”, garantiu.
 
“Podemos ver que nosso envolvimento na F1 tem sido muito bem-sucedido”, afirmou Daniel, que insistiu que a marca vai seguir apoiando a carreira de Kubica independente da permanência ou não do polonês no grid do Mundial. “Eu disse que ele não vai correr? Disse que nós estamos conversando, que a Orlen vai estar na F1 e que a Orlen vai estar com Robert Kubica”, disse.
A PKN Orlen garante que vai seguir na F1 mesmo após a saída de Robert Kubica da Williams (Foto: Williams)
Perguntado sobre qual equipe vai se unir no futuro, Obajtek fez mistério. “Estamos conversando. É muito intenso, muito específico. Juntos com Robert, estamos preparados para várias soluções. Vamos dar a informação completa em breve. Vocês vão ficar bem satisfeitos. Vai tudo ficar claro em um mês e meio, talvez dois meses”, completou.
 
Recentemente, rumores do paddock apontaram a PKN Orlen como futura parceira até da McLaren, em que pese a ligação da escuderia de Woking com a petrolífera brasileira Petrobras. Outra equipe que aparece com chances de ser ligada à empresa polonesa é a Haas, levando em conta o interesse de Guenther Steiner de contar com Kubica como seu piloto de testes no ano que vem.
 
Em entrevista ao site ‘Crash.net’, o dirigente italiano explicou que, no entanto, a decisão sobre um acerto com a Haas está toda nas mãos do piloto.
 
“Nunca trabalhei com Robert pessoalmente, mas muita gente na minha equipe já o fez e todos destacam muito suas capacidades como um piloto técnico. Ele passou por um duro e longo caminho. Acho que é interessante para nós trabalhar com Robert. É mais sua decisão do que minha”, explicou.
 
Steiner, contudo, afirmou que teve apenas conversas superficiais com Robert. “Negociar é uma coisa. Falei com ele. Se ele tem interesse, deveria falar, mas ainda não começamos a negociar”.
 
Por sua vez, o piloto faz mistério sobre seu futuro. O que se sabe é que há um interesse da Audi em tê-lo no seu line-up de pilotos para a temporada 2020 do DTM. E o próprio Robert já deixou claro, em algumas oportunidades, que tem o interesse de seguir correndo no ano que vem.
 
“Acho que é muito fácil tirar conclusões pelas palavras de outro sobre o que quero ou não fazer. O correto é que eu guarde o que quero fazer e o que tenho em mente. Às vezes é mais simples do que parece vendo por fora e às vezes é preciso ir passo a passo. Como disse, é só esperar e ver o que acontece”, declarou.
 
“Não sei o que disse Guenther, mas sei o que penso e o que quero fazer. Sei o que é possível e vamos ver se esse quebra-cabeças fecha ou não. Como disse em Singapura, ficaria surpreso em não estar competindo no ano que vem, mas tudo vai depender do que seja possível. No fim das contas, você tem de escolher algo que está sobre tua mesa”, concluiu o ainda piloto titular da Williams.
Paddockast #36
O MELHOR PILOTO SEM VITÓRIA NA F1


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.