Cuenca tem espasmo de conhecimento e assume liderança do Bolão 2021 após 3ª etapa

Com 190 pontos, Pedro Luís Cuenca foi o melhor da semana e assumiu a dianteira geral com 360. Demissão parece iminente

Lewis Hamilton conquistou a vitória 97 na F1: assista aos melhores momentos do GP de Portugal de F1 (Foto: GRANDE PREMIO com Reuters)

Após duas etapas construindo narrativas sobre a incapacidade cognitiva da equipe do GRANDE PRÊMIO de obter qualquer tipo de sucesso nos palpites do Bolão GP 2021, Pedro Luís Cuenca resolveu estragar a linda história de sucesso dos assinantes e vencer a terceira rodada da disputa anual, referente ao GP de Portugal. Não apenas isso: ainda terminou com 190 pontos, o que configura o recorde histórico, até aqui. Criminoso!

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

De fato, a participação de Cuenca foi assombrosa: cravou o pódio, o oitavo colocado [Fernando Alonso] e o décimo [Pierre Gasly], além do bônus por acertar os três primeiros na ordem correta. E não foi apenas uma surpresa para você, leitor.

“Sequer sei o que fazer com essa informação”, disse o incauto e ilógico líder. “Acho que encontrei minha posição! Para ser sincero, achei que cabiam 11 ou 12 pilotos entre os dez primeiros”, finalizou, animado e com toda a conhecida desenvoltura matemática.

Pasmem vocês, a segunda colocação desta segunda rodada também ficou com um GP: o Caixa d’Água de São Vicente, Renato Ribeiro. De maneira insuspeita para quem manda na apuração do bolão, anotou 175 pontos ao acertar os cinco primeiros colocados. Lembrando que, neste bolão, acertar o décimo da corrida rende mais que o quinto colocado por questões de dificuldade.

Questionado pela reportagem, refutou as acusações de marmelada com certa truculência. “O respeito voltou. Eu não sou obrigado a ficar respondendo ladainha de quem só quer criar caso com minha competição. Aqui tem respeito, não é bolão de Victor Martins, não”, afirmou em meio a longos tragos num charuto que parecia de qualidade contestável.

LEWIS HAMILTON; MAX VERSTAPPEN; GP DE PORTUGAL;
Lewis Hamilton passa Verstappen em manobra decisiva em Portimão (Foto: Mercedes)

Além deles, outros três participantes se amontoaram nos 165 pontos e o terceiro posto da semana: Silvestre Cirilo, Rodrigo Reghin e nosso Gabriel Curty, de quem falamos mais abaixo.

Já na classificação geral, Cuenca chegou a 360 pontos numa tentativa canalha de desvirtuar o bolão, mas resistiremos. Daniel Dalence, após liderar na primeira semana e não apostar na segunda, voltou a carga e tem 325; Renato Luz, líder da rodada dois, e Clebio Junior, têm 320; Hugo Fonseca é o quinto, com 315. Caixa D’Água Ribeiro aparece empatado com Nilo Beiro em sexto, enquanto Silvestre Cirilo tem 275 e Felipe de Paula e José Libório, ambos com 265, encerram o top-10.

O restante dos membros do GRANDE PRÊMIO está daí para baixo. Gabriel Carvalho (255 pontos) é logo o 11º e Vitor Fazio (235) está em 15º. O destaque, porém, vai para Curty, que ignorou a chamada da primeira rodada e faz corrida de recuperação de pneus macios: já tem 230 tentos e a 16ª posição.

O destaque negativo é de quem vem na sequência: Victor Martins é o 22º colocado, com 205. Mas quase todos esses pontos vieram de um golpe vadio de sorte na estreia. Nas últimas duas semanas, marcou melancólicos 60 pontos somados. O tombo já veio.

Siga o GRANDE PRÊMIO nas redes sociais:
YouTube | Facebook | Twitter Instagram | Pinterest | Twitch | DailyMotion

Rodrigo Berton é o 25º (185), Américo Teixeira surge em 30º (155) seguido por este que vos escreve, com um honesto 34º lugar baseado somente na humildade – ademais, 65 nesta rodada, o que equivale a três corridas para Victor Martins.

Lucas Couto aparece em 41º (120), ao passo que Fernando Silva, entrou de vez na briga por uma vaga no top-40: em 46º, tem 105 pontos, sendo que 85 foram nesta rodada. A jornada do herói se desenha frente aos nossos olhos. Mas Guilherme Bloisi ainda sofre com a 50ª posição e fica com a lanterna entre aqueles que apostaram nas três corridas. Ao todo, 63 participantes estão na pista e participaram até agora.

Por sorte, a Fórmula 1 volta já neste fim de semana, com o GP da Espanha, e oferece a Cuenca a possibilidade de se redimir do inaceitável desempenho de Portimão. Voltamos quando tivermos novas informações.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar