F1

Pelo “interesse de todos”, Pérez crê que hierarquia na Racing Point segue igual após chegada de Stroll

Sergio Pérez negou que esteja preocupado que a chegada de Lance Stroll abale sua posição na Racing Point. Mexicano considerou que o sucesso do time é do interesse de todos, inclusive do proprietário da equipe
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
Sergio Pérez não está muito preocupado com a chegada de Lance Stroll. O mexicano considerou que, independente de quem sejam os pilotos, os interesses do time são sempre os mesmos.
 
Em meados do ano passado, a Force India foi comprada por um consórcio liderado por Lawrence Stroll, pai de Lance, dando vida a Racing Point. Assim, o jovem canadense ficou com a vaga que era de Esteban Ocon ao lado de Pérez.
Sergio Pérez não está preocupado por dividir equipe com Lance Stroll (Foto: Racing Point Force India)
Mas, apesar do laço familiar que une Lance ao comando do time, Pérez não espera um grande impacto em sua condição no time. 
 
Questionado sobre como a chegada de Stroll altera sua posição na hierarquia da equipe, Pérez respondeu: “Não acho que vá mudar”.
 
“No fim das contas, o interesse de todos, até mesmo do proprietário, é que o time seja muito bem sucedido”, apontou. “Então, para isso, você precisa dos dois carros em 100% e que o time se desenvolva o mais rápido possível”, seguiu.
 
Além disso, Pérez avaliou que Lance “vai crescer muito” e se mostrou confiante no futuro da Racing Point.
 
“Ele está vindo para uma ótima equipe de pessoas, ótimos engenheiros, onde ele vai crescer bastante. Vejo grandes coisas para o time”, comentou. “Acho que temos toda a orientação, só precisamos do orçamento e acho que podemos ser uma enorme surpresa no próximo ano”, concluiu.