Pérez admite chance de saída da F1 por falta de vitórias: “Novo regulamento me deu esperança”

Partindo para a 10ª temporada na Fórmula 1, Sérgio Pérez está incomodado com a falta de força dos times menores no grid. Piloto mexicano admitiu que pode deixar a categoria ao fim do contrato com a Racing Point, em 2022, caso situação não mude

Sergio Pérez é um dos veteranos mais respeitados do grid da Fórmula 1. Em 2020, o mexicano completará dez temporadas na categoria, mas ele admite que o fim de sua jornada pode chegar logo caso sua situação não mude.
 
Com 176 corridas na carreira, Pérez tem oito pódios, mas nunca venceu. Ele admitiu que a renovação de contrato com a Racing Point até 2022 foi motivada pelo novo regulamento, mas caso sua posição no grid não mude, ele não enxerga um futuro na F1.
 
"O que me deu esperança foi a mudança de regulamento, e eu sei o que se passa no time. Preciso ser realista. Não posso estar com Mercedes ou Ferrari. Este é um lugar fantástico para estar. Muitos pilotos adorariam estar aqui, especialmente com os bastidores, é uma boa oportunidade", disse Pérez ao site norte-americano ‘Motorsport.com’.
Sergio Pérez (Foto: Pirelli)
"Será o meu 10º ano na Fórmula 1. Se continuar desse jeito, não me vejo alongando minha carreira além de 2022. Três anos passam rápido na F1. Estou otimista e preparado para lutar por vitórias. Estou dentro", completou.
 
A única passagem de Pérez por uma equipe grande foi em 2013, quando correu pela McLaren, mas não se encaixou com o time e se transferiu para a Force India em 2014, que virou Racing Point em 2019. O mexicano citou que o time abriria as portas caso uma nova oportunidade em equipe grande surgisse.
 
"Estou com este time há muito tempo. Virou minha segunda família. Não acho que teria alguém mais feliz que o time se viesse a oportunidade. Eles abririam as portas. Se não for o caso, é um lugar fantástico para estar. Por que não me comprometer com um futuro bom e de longo prazo? Tenho certeza que terei sucesso aqui", completou.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube