Pérez chega a Barcelona elogiando pista e acreditando que Force India ainda vai alcançar “potencial completo”

Após pódio no Bahrein e melhor começo na história da Force India, Sergio Pérez diz que ainda não crê que a equipe tenha chegado em seu máximo desempenho

O pódio do Bahrein marcou a primeira grande exibição de Sergio Pérez pela Force India. O terceiro lugar foi precedido de uma corrida na Austrália onde o mexicano ficou nos pontos, mas parecia não estar na prova, de tão sumido, e por um dia desastroso na Malásia, onde sequer conseguiu largar; e foi seguido por mais um GP onde levou o carro #11 aos pontos sem muito brilho. Porém, seus 18 pontos no campeonato, somados aos 36 de Nico Hülkenberg, dão à Force India 54 pontos e o terceiro lugar no Mundial de construtores, apenas três tentos atrás da vice-líder Red Bull. É o melhor início da história da equipe.
 
Apesar disso, Pérez crê que o topo ainda não chegou para o time. Segundo ele, a equipe ainda vai alcançar o "potencial completo", que vai contribuir para mais dias como os de Sakhir.
Para Sergio Pérez, ainda veremos mais coisa desta forte Force India (Foto: Getty Images)
"Por um lado, estou feliz. O pódio no Bahrein foi muito importante, me ajudou a conhecer melhor o time e nos deu algo especial para celebrar. Ao mesmo tempo, sinto que tem mais por vir e que ainda devemos alcançar nosso potencial completo. O fim de semana do Bahrein foi o único onde tudo deu certo. Se pudermos ter mais finais de semana como aquele, acho que podemos conseguir alguns ótimos resultados", projetou Pérez.
 
Com a F1 chegando a Barcelona, a animação parece atingir quase todos os pilotos – inclusive Pérez, que fez sua parte de elogios ao circuito espanhol. Ainda lembrou que as equipes chegam ao Velho Continente trazendo novidades em relação ao apresentado nas primeiras corridas da temporada.
 
"Adoro Barcelona, para mim é um dos melhores circuitos do calendário. É muito completo, tem um pouco de tudo, curvas longas e mais rápidas. Fisicamente é complicado, especialmente com o pescoço em tantas curvas para a direita. É um lugar divertido para estar num F1", disse. "É sempre uma corrida onde as equipes chegam com atualizações, então, vai ser interessante ver como os desempenhos se dão", completou o piloto.

GRANDE PRÊMIO cobre 'in loco' o GP da Espanha, quinta etapa do Mundial de F1, com o repórter Renan do Couto e o fotógrafo Xavi Bonilla. Para acompanhar todo o noticiário, clique aqui.

BOLÃO GRANDE PRÊMIO EUROBIKE

O maior pontuador deste fim de semana do GP da Espanha vai levar uma miniatura da McLaren MP4/4 Honda de 1988, da Kyosho F1 – Ayrton Senna Collection. Participe: é grátis.

Confira os prêmios aqui.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube