Pérez diz que Sauber “terá muito trabalho” para passar Mercedes e fechar Mundial em quinto

De saída para a McLaren, Sergio Pérez quer ajudar a equipe que o colocou em evidência na F1 a alcançar mais um feito na exitosa temporada de 2012. Mas o jovem mexicano entende que a missão será difícil

No começo da temporada, a Sauber traçou como principal meta ser a melhor das equipes do pelotão intermediário da F1. Mas depois de um ano incrível, com a conquista de quatro pódios — três com Sergio Pérez e um com Kamui Kobayashi —, a equipe suíça não apenas se tornou a melhor das médias como também passou a ameaçar as grandes. Prova disso é que, após 16 etapas, a Sauber está a apenas 20 pontos da Mercedes, atual quinta colocada no Mundial dos Construtores.

Pérez acha que será difícil para a Sauber alcançar a Mercedes no Mundial de Construtores (Foto: Red Bull/Getty Images)

A melhora significativa da Sauber fez com que a nova chefe de equipe e substituta do lendário Peter Sauber, Monisha Kaltenborn, colocasse como nova meta a conquista do quinto lugar no Mundial. No entanto, na visão do jovem Pérez, a equipe suíça “terá muito trabalho” para atingir o novo alvo nesta reta final de temporada.

“Não acredito que nós temos apenas quatro corridas pela frente, então a temporada vai acabar muito em breve. Para marcar 20 pontos e chegar em quinto no Mundial de Construtores significa que temos muito trabalho a fazer”, comentou ‘Checo’ em prévia da Sauber visando o GP da Índia, no próximo fim de semana.

Pérez, aliás, acredita que a corrida, disputada nos arredores de Nova Délhi, será muito mais favorável à Sauber do que o GP da Coreia, onde o mexicano lutou até o fim com Lewis Hamilton pelo décimo lugar, mas o último ponto de Yeongam acabou ficando com o britânico. “A corrida da Índia deve ser melhor para nós do que na Coreia, e o nosso carro será mais rápido lá”, apostou o jovem de Guadalajara.

A opinião de Pérez foi endossada pela patroa Monisha, que terá rara chance de estar em seu país de origem. “Tecnicamente, a pista de Greater Noida não deve ser um problema para o C31, mas não é a preferida. Temos de manter o foco e aproveitar ao máximo o nosso potencial por lá”, comentou a dirigente indo-austríaca.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube