Pérez diz que torce por Telmex como patrocinadora principal da McLaren no lugar da Vodafone

Entretanto, o jovem mexicano disse que a eventual chegada da Telmex à escuderia de Woking nada tem a ver com sua contratação nesta temporada. Sergio Pérez lembrou que a Ferrari tem o Banco Santander como principal patrocinador, sempre ligado a Fernando Alonso

A Vodafone confirmou que deixará a McLaren no fim desta temporada, encerrando uma parceria que já durava sete temporadas. A gigante britânica das telecomunicações já investiu cerca de € 300 milhões no time de Woking, mas agora pretende mudar o foco do seu marketing. Entre as empresas especuladas como fornecedora da Vodafone está a Telmex, igualmente gigante das telecomunicações, mas sediada no México e de propriedade de Carlos Slim, homem mais rico do mundo de acordo com a revista norte-americana ‘Forbes’.

Sergio Pérez não escondeu sua torcida pela chegada da Telmex à McLaren. Caso haja acordo entre os mexicanos e a tradicional escuderia, ‘Checo’ terá a chance de vestir um macacão e estampar a marca da empresa que o apoia desde os tempos de kart e que ajudou a coloca-lo na F1 por meio da Sauber. Nesta temporada, a escuderia suíça segue com a Telmex como principal patrocinadora, que ajudou a promover Esteban Gutiérrez ao posto de titular.

Pérez torce para que a Telmex seja a substituta da Vodafone na McLaren em 2014 (Foto: McLaren)

Em entrevista ao diário espanhol ‘Marca’, Pérez disse que uma eventual vinda da Telmex para a McLaren não aumentaria a pressão em torno de si. “Não, pelo contrário. Tomara que possa contar logo com a Telmex ao meu lado”, disse o ‘torcedor’ Sergio.

“Fiz toda a minha carreira com eles, praticamente desde que eu comecei, e fiquei um pouco triste porque eles não estão comigo neste ano, porque a equipe ainda tem contrato com a Vodafone. Gostaria de voltar a ver a cor azul no meu carro novamente. Pressão e as críticas são normais”, minimizou o jovem de 23 anos, nascido em Guadalajara.

Questionado se ficaria chateado se pensassem que só está na McLaren por conta deste apoio futuro da Telmex à escuderia britânica, Pérez foi duro. “Não me interessa demonstrar nada a essa gente que pensa isso”, bradou. “Se pensam que Fernando [Alonso] está na Ferrari por causa do [Banco] Santander, então seria a mesma coisa comigo. Uma das melhores coisas que tenho é a Telmex e um país que me apoia totalmente. Seguramente também chegarão mais empresas mexicanas.”

“Creio que isso não influiu na decisão de me contratar, não acredito que a McLaren precise buscar patrocinadores. A McLaren é a melhor equipe que existe quanto a marketing e qualquer outra empresa grande quer estar aqui”, complementou o novo piloto da McLaren, que chegou neste ano para substituir Lewis Hamilton, que foi para a Mercedes.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube