Pérez nega que tenha desobedecido ordens da Force India no GP do Canadá e diz que “foi uma conversa”

Sergio Pérez não quis abrir caminho para Esteban Ocon no GP do Canadá, mas não foi questão de desobediência. O mexicano assegura que a Force India não ordenou a troca de posições, e sim conversou com os pilotos

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Sergio Pérez se viu no olho do furacão depois do GP do Canadá. A postura do piloto mexicano, que não permitiu a passagem de Esteban Ocon, foi muito debatida: por não abrir caminho, Pérez permitiu que Sebastian Vettel alcançasse e passasse a dupla da Force India. Mas Sergio se defende e garante que não desobedeceu ordem de equipe nenhuma – até porque a equipe não ordenou nada.
 
“O problema é que a imprensa criou essas notícias. Eu nunca desobedeci nenhuma ordem”, garantiu Pérez, entrevistado pelo site ‘Motorsport.com’. “Tudo que tivemos foi uma conversa sobre deixar o Ocon me passar, mas eu aumentei meu ritmo e me aproximei do Ricciardo. Foi isso. Em momento algum eu ignorei minha equipe. Eu estou aqui para trazer os melhores resultados para a Force India e, se eu recebo uma ordem, eu cumpro. Mas dessa vez não teve ordem”, continuou.
Sergio Pérez não quis saber de facilitar a vida de Esteban Ocon (Foto: Force India)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Ocon, que viu desaparecer as chances de ir ao pódio, disse que o desfecho da polêmica com Pérez “não foi justo”. Mesmo assim, os dois pilotos parecem manter uma boa relação.
 
“Está tudo bem entre Ocon e eu”, disse Pérez. “Acho que todos na equipe sentem uma boa atmosfera, principalmente depois de um resultado excelente nesse fim de semana em que estivemos tão competitivos. A gente tem que estar feliz. Somamos 18 pontos, o mesmo número que a Ferrari conseguiu. Nossos rivais não conseguiram muito, então a gente deveria ficar feliz e não focar em histórias sobre desrespeitar ordens de equipe, porque isso não aconteceu”, concluiu.
 
A NOVA F1 SE APROXIMA MAIS DA INDY. E ÁUDIO EM MÔNACO É PROVA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube