Pérez vê novo regulamento como grande chance para Force India manter ascensão e lutar pelo top-3 da F1 em 2017

Depois de um grandioso 2016, a Force India já está toda voltada aos trabalhos visando a próxima temporada do Mundial de F1. Depois de alcançar o histórico quarto lugar nos Construtores, melhor resultado da equipe desde sempre, Sergio Pérez entende que o novo regulamento técnico é uma chance de ouro para alavancar ainda mais o time de Silverstone e ajudar a fechar o próximo ano em terceiro lugar “se tudo correr bem”

 

A Force India foi um dos grandes destaques positivos da temporada 2016 do Mundial de F1. Com um carro que evoluiu muito ao longo do campeonato, a escuderia de Silverstone faturou nada menos que dois pódios e alcançou um histórico quarto lugar nos Construtores, o melhor resultado do time desde sempre, superando a Williams. Sergio Pérez brilhou e conquistou os terceiros lugares nos GPs de Mônaco e da Europa. 

 
O mexicano, confiante no trabalho da escuderia anglo-indiana, entende que o novo regulamento que entrará em vigor em 2017 representa uma chance de ouro para a Force India seguir evoluindo e chegar até mesmo ao terceiro lugar, superando uma das grandes forças do grid: Mercedes, Red Bull ou Ferrari.
 
“O ano que vem vai ser nossa grande chance de seguir melhorando. O novo regulamento é nossa maior oportunidade para tentar alcançar o terceiro lugar ao fim do ano. Todos os anos nós estamos progredindo, de modo que vejo um bom potencial, já que temos pessoal capacitado. A perspectiva para a próxima temporada é boa em relação às melhorias que podemos introduzir”, comentou ‘Checo’ em entrevista veiculada pelo site norte-americano ‘Motorsport.com’.

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

Sergio Pérez está muito confiante sobre o que a Force India pode fazer em 2017 (Foto: Force India)
Entretanto, apesar de mostrar grande confiança na capacidade de trabalho da Force India, Pérez tem os pés cravados no chão e é realista, uma vez que há três gigantes do grid à frente dos anglo-indianos, que contam, além da tradição, com um orçamento muito maior.
 
“Não estamos na mesma posição das grandes equipes. Mas se tudo correr bem no ano que vem, definitivamente vamos poder lutar pelo terceiro posto”, salientou.
 
A capacidade de trabalho da Force India, aliás, foi muito elogiada por Pérez, que lembrou que o time enfrentou um começo difícil de temporada, mas que a reação veio no momento certo, em tempo para superar a tradicional Williams e fechar em quarto lugar no Mundial de Construtores.
 
“Demonstramos outra vez que o que importa é como você termina o ano, não como começa. No começo do ano faltou ritmo para nós, mas focamos em desenvolver o carro, e acho que fizemos um trabalho incrível. Nosso ponto de virada foi em Mônaco, onde chegamos ao pódio, e a equipe conseguiu se destacar nas corridas mais complicadas”, concluiu o mexicano.
 
fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube