Gasly foge de treta e diz que “dada a história” parceria com Ocon “tem sido até boa”

Pierre Gasly evitou aumentar o confronto com Esteban Ocon, que perdeu a vaga para 2025 após a colisão entre os dois em Mônaco, e afirmou que a colaboração dos pilotos da Alpine tem sido positiva na medida do possível

Quando a Alpine foi atrás de Pierre Gasly para assumir a vaga anteriormente de Fernando Alonso na Alpine uma questão se impôs sobre as outras: como seria a relação de dia a dia entre Gasly e o outro piloto do time, Esteban Ocon? Era fato conhecido, afinal, que os dois tinham um desentendimento de longa data. E a situação entrou em ebulição de vez em Mônaco, quando uma batida rendeu o fim da linha de Ocon na Alpine. Apesar disso, Gasly colocou panos quentes.

Após o acidente no último GP de Mônaco, quando Ocon insistiu em ultrapassar Gasly na primeira curva e causou colisão, o chefe de equipe da Alpine, Bruno Famin, prometeu consequências e terminou definindo pelo fim de qualquer possibilidade de Ocon ter nova renovação contratual. Esteban é o único a vencer corridas pelo time desde que voltou à F1, em 2016.

Mesmo com isso, Gasly afirmou que a colaboração dos dois tem sido boa durante o ano e meio desde que chegou ao time francês. Isso, claro, na medida do possível e levando em conta a relação conturbada que os dois franceses tem desde a infância.

“É uma longa história entre Esteban e eu”, afirmou. “Mas temos sido capazes de cooperar e trabalhar juntos. Considerando nossa história, acho que até tem sido bom”, falou.

Pierre Gasly tem contrato apenas até o fim de 2024 (Foto: Alpine)

Fora disso, mesmo com a Alpine decidindo dispensar o companheiro após um entrevero entre os dois, Pierre fugiu de qualquer afirmação sobre o futuro. Preferiu avaliar o momento da equipe e as chances em Montreal.

“No que diz respeito ao meu futuro, não tenho nada a anunciar”, disse.

“Sabemos que ainda estamos atrás e pensando como desenvolver este conceito de carro. Muita coisa pode acontecer em dias de corrida, claro, e temos de dar nosso melhor. Temos consciência de que nossa luta é por um ponto na parte de trás do top-10”, finalizou.

Gasly e Ocon nunca entraram em detalhes de em que momento passaram de amigos para desafetos confessos durante a carreira no kart, mas ambos são claros quanto ao fato de que isso aconteceu e jamais houve um remendo verdadeiro.

Fórmula 1 retorna de 7 a 9 de junho com o GP do Canadá, nona etapa da temporada 2024.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

O FUTURO da F1: tudo sobre o REGULAMENTO 2026 + RED BULL teme nova DERROTA no GP do CANADÁ | WGP
Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.