Gasly revela que “tirou peso dos ombros” ao escrever desabafo sobre Red Bull e Hubert

Pierre Gasly desabafou sobre a falta de apoio na Red Bull e a morte do amigo Anthoine Hubert em texto publicado no site The Players' Tribune. O francês da AlphaTauri comentou sobre o peso tirado dos ombros com o desabafo

Hamilton vence na estratégia e pega Verstappen: assista como foi o GP do Bahrein (Vídeo: GRANDE PRÊMIO com Reuters)

Pierre Gasly emocionou o mundo do automobilismo ao ter um texto no site The Players’ Tribune, plataforma de mídia que publica histórias em primeira pessoa de atletas de diversas modalidades. Na publicação, Gasly relembrou o impacto da morte do amigo Anthoine Hubert, em um acidente na Fórmula 2, em 2019, e relatou a falta de apoio em sua passagem pela Red Bull, nas 12 primeiras corridas daquele ano.

Pierre, que ainda em 2019 deu a volta por cima ao completar o GP do Brasil em segundo lugar com a Toro Rosso, comentou sobre como a publicação do texto tirou um peso dos ombros, já que pôde compartilhar parte da dor que sentiu pela perda abrupta do amigo.

“As vezes, é mais fácil escrever do que dizer. Eu acredito que tinham certas coisas que eu queria compartilhar e me sinto bem. Tirei um peso dos ombros e obviamente não foi fácil falar sobre estas coisas. Não vou dizer que foi um momento prazeroso da minha vida, mas é o que eu realmente acredito”, citou o piloto da AlphaTauri.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!
WEB STORIES: Por quem Toto Wolff perdeu o respeito?

Pierre Gasly no GP do Bahrein (Foto: Beto Issa)

Hubert morreu durante a primeira corrida da F2 em Spa-Francorchamps, na Bélgica. O carro ricocheteou na barreira de pneus após uma batida e o francês foi atingido por Juan Manuel Correa em altíssima velocidade. Mais de um ano depois do falecimento de Anthoine, Gasly venceu o GP da Itália, seu primeiro triunfo na F1. O piloto da AlphaTauri falou sobre a importância de encarar desafios na vida.

“Você sempre tem momentos desafiadores na vida, independente do que você faz. Não é só comigo, acho que todos podem se relacionar com isso em tudo o que fazem. É importante encarar os desafios, e acho que isso te molda como pessoa, piloto, humano ou qualquer outra coisa”, comentou.

“Acho que este período da minha vida me moldou para ser quem sou hoje, e mesmo que tenha sido duro, sempre tive uma ideia clara do que queria alcançar no esporte, e no fim me ajudou. Essa é a coisa boa, e me sinto bem agora. Este é o jeito que queria me expressar. Compartilhei o que queria compartilhar”, concluiu.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar