Gasly diz que “sentiu pena de Hamilton” em Mônaco, mas admite: “Resultado foi bom”

Pierre Gasly, da AlphaTauri, disse que sentiu pena de Lewis Hamilton em Mônaco, com o heptacampeão passando as 78 voltas da corrida preso atrás dele

Pierre Gasly, da AlphaTauri, continuou o forte início de temporada na última etapa da temporada de 2021 da Fórmula 1, em Mônaco, quando se classificou e terminou na sexta posição. O heptacampeão Lewis Hamilton teve de lidar com a frustração de não conseguir ultrapassar Gasly em nenhum momento da corrida e ficou na sétima posição. Isso, para o francês, foi motivo de muita surpresa.

“Eu senti pena dele”, disse Pierre. “Ele ficou preso atrás por 78 voltas. Mas, basicamente, não havia oportunidade. E fiquei surpreso quando o vi indo aos boxes antes de nós, não era a coisa certa a fazer”, seguiu.

“Mas sim, no final é melhor para nós, conseguimos marcar mais alguns pontos e acho que foi um resultado muito, muito forte para a equipe”, acrescentou.

Pierre Gasly finalizou a corrida nas ruas do Principado na sexta colocação. (Foto: Red Bull Pool Content/Getty Images)

+Com domingo histórico, GRANDE PRÊMIO registra recorde de audiência em maio

O resultado em Mônaco colocou Gasly com 16 pontos no campeonato, o que é suficiente para ele ocupar o a nona posição no Mundial de Pilotos. Agora, a equipe tem boas memórias em Baku: da última vez que correram lá, o carro teve velocidade suficiente para Daniil Kvyat se classificar na sexta posição. Gasly sente algum incentivo disso, mas está tentando controlar as expectativas.

“O Daniil foi muito rápido da última vez aqui. É uma pista com uma grande reta, muito particular, bastante original, a maneira como você guia o carro. Há algumas mudanças, especialmente na parte do castelo sem a zebra. Então vai ser um pouco diferente”, explicou.

“Mas aprendi a não ter expectativas na F1. Porque às vezes você pensa que vai ser rápido e acaba sendo um fim de semana desafiador, às vezes você acha que vai ser difícil e aí é muito bom. Então, sim, vamos ver como funciona”, concluiu o francês.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar