Gasly e Pérez apoiam relargada parada, mas Vettel pede que “não seja algo artificial”

Sergio Pérez, Sebastian Vettel e Pierre Gasly foram ao pódio em Baku, muito por conta da bandeira vermelha e da consequente relargada no grid. O trio apoia a postura da direção de prova, mas Vettel sente que é necessário refletir sobre o que é certo e o que é errado

Acidente do líder, erro do campeão e vitória de Pérez: os melhores momentos do GP do Azerbaijão (GRANDE PRÊMIO com Reuters)

Uma corrida de Fórmula 1 voltou a ser decidida em relargada parada após bandeira vermelha. Desta vez, no GP do Azerbaijão do último fim de semana. O assunto é controverso, apesar de gerar entretenimento nas últimas duas voltas em Baku. Mesmo entre os pilotos que foram ao pódio – Sergio Pérez, Sebastian Vettel e Pierre Gasly –, o apoio ao mecanismo vem acompanhado de um pedido de cautela.

Pérez e Gasly ficam amplamente felizes com a postura da direção de prova. Não só por confirmarem excelentes resultados em Baku, mas também por sentirem que a animação nas voltas finais foi bem-vinda.

“Os americanos vieram e eu não fiquei surpreso de ver que agora o entretenimento é prioridade”, ponderou Gasly, referindo-se à gestão do Liberty Media. “Mas eu fiquei feliz, e também deixou tudo animado. Não sei, isso traz uma adrenalina dentro de você. Eu sabia que teríamos oportunidades com uma largada para apenas duas voltas. Todo mundo age como leões saindo da jaula. Não vi o replay ainda, mas posso dizer que foi bem intenso e eu curti. Espero que façam o mesmo no futuro”, seguiu.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

A bandeira vermelha ajudou Pérez a vencer mais uma na F1 (Foto: Red Bull Pool Content/ Getty Images)

“Desde que a gente mantenha a consistência, tudo bem”, continuou Pérez. “Não tivemos a largada parada em Ímola, mas seria injusto por causa da chuva. Metade da pista estava úmida. Desde que seja consistente, é algo que deixa os fãs grudados na frente da TV. Acho que foram as duas melhores voltas da corrida, mesmo sendo algo que tornou tudo difícil para mim”, destacou.

Vettel ponderou que a satisfação com a relargada parada depende muito do resultado final da prova. O alemão conseguiu confirmar seu primeiro pódio em 2021, mas ao custo de ver Lewis Hamilton despencando para fora da zona de pontos.

“Acho que é o tipo de coisa que te deixa feliz se o resultado for positivo para você. Se você é o Lewis [Hamilton], você certamente não está feliz porque foi o pior resultado possível. Só que o foco tem sido cada vez mais em criar um espetáculo, e eu espero que as corridas sejam mais empolgantes no futuro. Acho que hoje foi empolgante por uma série de motivos. Acho que só precisamos cuidar para que não seja algo artificial demais, que afete as raízes do esporte”, refletiu.

A bandeira vermelha em questão foi causada por Max Verstappen. O holandês liderava a prova até que, com um pneu furado, bateu forte na reta principal. A direção de prova tinha a opção de manter o safety-car até a bandeira quadriculada, mas aplicou bandeira vermelha. Na relargada, com todo mundo no grid, Hamilton foi do céu ao inferno quando escapou da pista na curva 1. Pérez confirmou a vitória, enquanto Vettel e Gasly seguiram lutando na pista até a bandeira quadriculada.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar