Pirelli cita recuperação de downforce e prevê carros “tão rápidos quanto no ano passado”

Mario Isola, diretor da Pirelli, considerou que as equipes conseguiram recuperar boa parte do downforce perdido em relação ao ano passado. Dirigente destacou, também, que a mudança nos pneus permitiu manter o desempenho dos carros

Assista aos melhores momentos do dia 2 dos testes no Bahrein (Vídeo: GRANDE PRÊMIO)

A Pirelli acredita que a Fórmula 1 terá carros tão rápidos quanto os do ano passado na temporada 2021. A avaliação da fornecedora italiana é de que as equipes conseguiram recuperar parte do downforce perdido e a mudança na construção dos pneus também impactou a performance.

A FIA (Federação Internacional de Automobilismo) adotou medidas para reduzir o downforce e, assim, diminuir o estresse dos pneus. A maior alteração diz respeito ao assoalho, mas o objetivo geral era reduzir em até 10% o downforce dos carros.

Os testes no Bahrein, porém, mostraram que as equipes já conseguiram compensar esta perda, com carros rodando em uma velocidade similar a de 2020.

Max Verstappen liderou no Bahrein com tempo parecido ao do ano passado (Foto: Bahrain International Circuit)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“A diferença em comparação com o ano passado é muito, muito, muito pequena”, disse Isola. “Tentei fazer um cálculo dos tempos de volta em comparação com o ano passado e é por isso que estou dizendo, se considerarmos que a pista provavelmente não estava em condições perfeitas, além da redução de downforce, e o nível de combustível, então considerando os tempos corrigidos pelo combustível, acredito que não vamos ver um tempo delta ou uma diferença em redução de performance em comparação com o ano passado”, seguiu o diretor da Pirelli na F1.

De acordo com os dados coletados ao longo dos testes, Isola acredita que as equipes conseguiram recuperar cerca de metade do downforce que perderam em relação ao ano passado.

“Acredito que, em comparação com o plano original de termos o downforce reduzido em torno de 10%, as equipes trabalharam com modificações e a situação atual é provavelmente de uma redução em torno de 4 ou 5%”, pontuou.

Ainda, Isola disse acreditar que a Pirelli não vai precisar aumentar a pressão mínima dos pneus em 2021. Nos testes no Bahrein, a fabricante italiana, inclusive, baixou a recomendação por 1.5 Psi.

“Não estou surpreso com a quantidade de downforce que eles conseguiram recuperar antes mesmo do início da temporada, pois sabemos que eles são muito bons em fazer isso”, considerou. “Também estou feliz por termos decidido no ano passado, junto com a FIA, a F1 e as equipes, trabalhar em duas direções paralelas: uma de reduzir o downforce dos carros e outra de encontrar uma construção [de pneu] que é capaz de lidar com cargas adicionais que provavelmente vão aparecer na segunda parte da temporada”, ponderou.

“Então, apesar da situação difícil que tivemos com a Covid, tomamos a direção certa, trabalhando em paralelo, agora temos um produto que é mais robusto e carros que provavelmente são tão rápidos quanto no ano passado”, apontou. “Estou confiante de que a nova construção, e confio nos dados que temos do nosso departamento de testes, é mais resistente. Foi por isso que decidimos reduzir”, concluiu.

ANÁLISE
Mercedes tradicional, Red Bull com inovação: equipe a equipe, as traseiras da F1 2021

https://open.spotify.com/episode/56EWZtjjXZerTSc5mEGdpr?si=dXJwGloaQQ6ZEGdY1gUInQ&nd=1

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube