Pirelli conclui que falha mecânica causou batida de Kvyat em Silverstone

Investigação da fornecedora italiana concluiu que pneus não tiveram culpa no acidente sofrido por Daniil Kvyat no GP da Inglaterra

O forte acidente de Daniil Kvyat no GP da Inglaterra, disputado no último domingo (2), ganhou uma conclusão. Após análise realizada na Itália, a Pirelli concluiu que a batida não aconteceu por problemas nos pneus, e sim por falha mecânica.

“Junto da Scuderia AlphaTauri, a Pirelli concluiu a investigação da causa exata do incidente que resultou em Daniil Kvyat acertando o muro durante o GP da Inglaterra, na volta 12. Um problema mecânico levou ao superaquecimento do interior do aro da roda traseira direita, que, por sua vez, queimou a superfície do pneu”, declarou a empresa em nota oficial divulgada nesta quinta-feira (6).

Como resultado, o talão não conseguiu segurar o pneu no aro. Isso foi o que causou a deflação, com o pneu não participando da causa do acidente”, completou a Pirelli.

Daniil Kvyat bateu no GP da Inglaterra (Foto: Reprodução/Twitter)

A causa da forte batida de Kvyat é motivo de debate desde que aconteceu. O piloto, que ocupava o 13º lugar após largar de 19º, inicialmente assumiu o erro no rádio, mas reconheceu que, inicialmente, um problema no pneu o eliminou da corrida em Silverstone.

“Achei que a culpa fosse minha, mas depois de rever o vídeo notamos que alguma coisa fora do meu controle aconteceu. Precisamos checar as informações para entender o que causou isso”, disse Daniil horas após a prova.

Um vídeo que mostra o exato momento que o pneu traseiro direito estoura e faz o carro da AlphaTauri rodar foi publicado na última segunda-feira (3), aumentando a pressão sobre a Pirelli, que viu Lewis Hamilton, Valtteri Bottas e Carlos Sainz com compostos furados nas voltas finais do GP da Inglaterra.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube