F1

Pirelli divulga escolhas de pneus para GP da Austrália com Mercedes, Ferrari e Red Bull em estratégias parecidas

Principais equipes do grid da Fórmula 1 fizeram escolhas semelhantes de estratégias para a prova que abre a temporada, no próximo dia 17. É a estreia oficial da nomenclatura de pneus adotada pela Pirelli para 2019. Os compostos escolhidos para Albert Park foram os C2, C3 e C4
Grande Prêmio / Redação GP, de Campinas
Nesta manhã de terça-feira (5), a Pirelli anunciou as escolhas de pneus de todos os 20 pilotos do grid para o fim de semana do GP da Austrália, prova que que marca a abertura da temporada 2019 do Mundial de Fórmula 1. 
 
Vai ser a estreia oficial da nomenclatura dos pneus, que agora sempre apresentarão as cores branco (duro), amarelo (médio) e vermelho (macio) em todas as corridas. Os compostos disponíveis para Melbourne são, pela escala de dureza, C2, C3 e C4. 
As escolhas de pneus de cada piloto para o fim de semana do GP da Austrália (Arte: Pirelli)
Mercedes, Ferrari e Red Bull apresentaram escolhas de pneus semelhantes, exceto por Charles Leclerc, que vai contar com dois jogos de compostos duros, enquanto seus principais concorrentes terão apenas um. Será a primeira aparição do piloto monegasco pela Ferrari.
 
Considerada como a ‘quarta força’ do grid, a Renault divergiu em relação às equipes do topo da F1. Daniel Ricciardo e Nico Hülkenberg terão dez jogos dos compostos macios, um a mais que boa parte do grid. Nico terá apenas um jogo de médios disponível, apostando também em dois compostos duros. 
 
No restante do grid, a estratégia mais diferenciada foi a da Williams. Os pilotos George Russell e Robert Kubica terão oito jogos de macios disponíveis. Russell terá quatro jogos de pneus médios, o maior número entre os pilotos.
 
O GP da Austrália acontece no fim de semana dos dias 15, 16 e 17 de março, no circuito de Albert Park, em Melbourne.