Pirelli simplifica identificação, abandona ‘hiper’, ‘ultra’ e ‘super’ e deixa 3 tipos de pneus na F1 em 2019

A Pirelli apresentou o esquema de identificação que os pneus vão ganhar a partir de 2019. A fabricante decidiu reduzir as sete cores para cada um dos compostos para apenas três: duro (branco), médio (amarelo) e macio (vermelho). A medida tem como objetivo facilitar a familiarização para os fãs

A Pirelli apresentou em Austin, na tarde desta sexta-feira (19), o esquema de identificação dos pneus que vai fornecer à F1 a partir da temporada 2019. A fabricante italiana ainda vai entregar entre cinco e seis compostos diferentes durante a temporada, mas só três serão levados para cada etapa, com a seguinte nomenclatura: duro (branco), médio (amarelo) e macio (vermelho). A intenção é simplificar a gama de pneus e cores, para que seja mais compreensível para os fãs.
 
Atualmente, a Pirelli trabalha com sete compostos de cores e nomes diferentes, como hiper, super e ultra. Essa denominação, portanto, vai acabar para o próximo ano. A escolha dos compostos, como já acontece, depende das características de cada pista. 
A Pirelli reduziu para três cores padrão a identificação dos pneus (Foto: Pirelli)
"Em 2019, os pneus serão chamados de duros, médios e macios, porque precisam ser melhor reconhecidos. Mas também tivemos de reconsiderar o padrão de cores. E decidimos por cores que fiquem claramente mais visíveis na TV", disse Mario Isola, durante o lançamento dos novos pneus, no Circuito das Américas, também acompanhando pelo GRANDE PRÊMIO.
 
A composição vai obedecer ao esquema também. "Digamos que o pneu macio seja o de cor vermelha. Ele sempre será vermelho, mas o composto que usaremos será equivalente ao hipermacio em determinada prova. Em Mônaco, por exemplo, o macio será o mais macio de toda a gama. Mas, em Silverstone, talvez veja mais parecido com médio."
 
"Talvez possamos adotar números ou letras para melhor identificar o tipo de composto. Mas as cores serão sempre as mesmas", completou Isola, que reiterou que as equipes e a imprensa vão saber com antecedência qual composto será usado em cada etapa.

GRANDE PRÊMIO cobre ‘in loco’ o GP dos Estados Unidos de F1 neste fim de semana com a repórter Evelyn Guimarães.

E o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 acontece este ano nos dias 9, 10 e 11 de novembro, no autódromo de Interlagos. Os ingressos para a corrida estão disponíveis no único site oficial do evento: www.gpbrasil.com.br

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar