Pirelli vê maior chance de avaliar novos pneus nos testes do Bahrein: “Foco em Jerez não era este”

Paul Hembery, diretor-esportivo da fabricante italiana, afirmou que primeira bateria de testes de pré-temporada, em Jerez de La Frontera, serviu para que equipes e pilotos pudessem avaliar funcionamento dos novos carros: "Próximos testes devem permitir que elas se concentrem mais nos pneus"

 
A Pirelli esteve no centro de uma grande polêmica ao longo da temporada 2013 da F1 por conta da baixa resistência de seus pneus, especialmente sob fortes temperaturas. Atendendo a um pedido das equipes e de Bernie Ecclestone, a fabricante italiana decidiu fabricar compostos totalmente novos para o novo campeonato, visando sanar o problema crônico apresentado no último ano e melhorar questões de segurança.
Paul Hembery, diretor-esportivo da Pirelli (Foto: Getty Images)
Os primeiros testes de 2014, no entanto, pouco serviram para avaliar as novidades implantadas pela empresa. Diante do novo regulamento técnico, que impôs menor carga aerodinâmica e a troca dos motores V8 aspirados pelos V6 turbo, as escuderias tinham como meta buscar maior adaptação ao novo funcionamento dos carros.
 
Para Paul Hembery, diretor-esportivo da Pirelli, a grande oportunidade para estudar o trabalho dos novos pneus será no Bahrein, nos próximos dois testes agendados antes do início da temporada. A próxima bateria ocorre entre os dias 19 e 22 de fevereiro.
 
"O foco destes testes não eram os pneus. As equipes estavam simplesmente tentando compreender este novo conjunto radical de regulamentos e ganhar quilometragem em seus carros", afirmou. "Com tanta coisa para entender sobre as novas unidades de força e as regras aerodinâmicas, as equipes estavam apenas preocupadas em conhecer os carros."
 
"Os próximos testes, no Bahrein, devem permitir que elas se concentrem um pouco mais nos pneus, com duas semanas para desenvolver seus carros e corrigir os problemas identificados em Jerez. Também estamos totalmente abertos, flexíveis e prontos para adaptar nossos pneus, se houver necessidade disso", completou.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube