Pit-stop antes de local indicado e ângulo da pistola: por que Bottas abandonou em Mônaco

Toto Wolff afirmou que o piloto parou um pouco mais atrás da posição correta no pit-lane em Mônaco, o que fez com que o mecânico encaixasse a pistola na porca do pneu no ângulo errado

Verstappen assume liderança da F1 após vitória: assista aos melhores momentos do GP de Mônaco (GRANDE PRÊMIO com Reuters)

A Mercedes não tardou a encontrar uma explicação para o revés sofrido por Valtteri Bottas no pit-stop do GP de Mônaco. De acordo com Toto Wolff, os mecânicos não conseguiram remover o pneu dianteiro direito após a pistola desgastar os pontos de tração da porca da roda.

De acordo com Toto Wolff, Bottas se colocou um pouco atrás na posição de parada no pit-lane na corrida de domingo (23), o que fez com que o mecânico encaixasse a pistola no ângulo errado. A porca, então, perdeu a rosca, o que impediu a remoção. Valtteri, que era segundo, teve de abandonar.

Valtteri Bottas abandonou a corrida após a Mercedes não conseguir retirar a porca de sua roda dianteira direita (Foto: Mercedes)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Valtteri parou um pouco atrás. Isso fez com que o mecânico tivesse de usar a pistola de maneira angulada”, disse Wolff à publicação alemã Auto Motor und Sport. “O ângulo estranho acabou danificando a porca da roda e não conseguimos retirar o pneu”, explicou.

Por conta do revés de Monte Carlo, a Mercedes agora planeja modificar o layout da porca, que é de fabricação interna. Esse, porém, não será o maior desafio. O W12 de Bottas deixou Mônaco ainda com a roda presa para que a remoção seja feita na fábrica de Brackley. Ou seja, o pit-stop iniciado no domingo em Mônaco ainda não acabou.

“Vai ter de ser à força”, disse James Allison, que ainda ocupa a função de diretor-técnico da Mercedes. “Vamos pegar a Dremel [ferramenta de microrretífica] e, dolorosamente, cortar os restos da roda. Vamos fazer isso na fábrica”, frisou.

O dirigente detalhou o que aconteceu no pit-stop de Bottas e explicou a importância de encaixar a pistola bem na porca.

“Posso apenas dizer que é uma repetição mais extrema das coisas que já falamos em público”, afirmou Allison. “Se não colocamos a pistola claramente de porca no pit-stop, ela pode danificar as faces da porca. Chamamos isso de usinar a porca”, continuou.

“É meio que como quando você pega uma chave Phillips, não encaixa direito na cruz do parafuso e começa a arredondar as ranhuras do encaixe da chave de fenda”, detalhou. “Aí você simplesmente não pode remover o parafuso, pois você não tem mais como forçar. O que aconteceu com a porca no nosso pit-stop foi parecido com isso”, indicou.

“Se a pistola começa a girar e lasca a face motriz da porca da roda em pouco tempo, dada a violência e a força da pistola, você pode acabar sem essas faces, com um lugar onde não tem nada para segurar. Isso é o que nós tínhamos”, concluiu.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar