Pódio de Ricciardo tem de deixar Renault “viciada em sucesso”, prega chefe

O chefe Cyril Abiteboul destaca que muitos funcionários da Renault não estão acostumados com sucesso na F1. O dirigente quer mudar a cultura interna da equipe após primeiro pódio

Daniel Ricciardo conseguiu o primeiro pódio da Renault desde o retorno à Fórmula 1, um feito muito celebrado pelo chefe Cyril Abiteboul. Não só pelo resultado em si em Nürburgring, mas também por ser a pedra fundamental para algo maior: o dirigente quer que resultados assim deixem os funcionários “viciados em sucesso” na principal categoria do automobilismo.

A explicação de Abiteboul é que muitos funcionários da Renault são novos e não viveram dias de glória em gestões passadas, como a da Lotus. O momento é de aprender sobre como alcançar objetivos e como evitar passos para trás.

“Esse é claramente é um momento emocionante, uma sensação muito boa”, disse Abiteboul. “Esse pódio não é o objetivo final da nossa jornada na F1, até porque uma montadora quer mais do que isso, mas é importante ter o primeiro. Esse primeiro pódio é um momento especial. Existe um trabalho imenso em um projeto desses, e não falo apenas de mim. São mais de mil funcionários na equipe inteira. Eles precisam dessa emoção, de alguma energia”, destacou.

Daniel Ricciardo foi terceiro no GP de Eifel (Foto: Renault)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

ESPECIAL: As 91 vitórias de Lewis Hamilton na Fórmula 1

“É importante ter em mente que crescemos enormemente [em funcionários]. Muitas das pessoas que passaram a fazer parte da equipe são jovens que nunca tiveram a emoção de vencer ou de ir ao pódio. Precisamos disso. Precisamos que eles viciem em sucesso para que se desenvolvam mais, para que tenham mais sucesso”, continuou.

O pódio de Ricciardo vem em um 2020 que parece representar um divisor de águas para a Renault. A equipe anda na direção certa e entra na briga pelo terceiro lugar no Mundial de Construtores.

Para Abiteboul, entretanto, isso vem a um preço. O chefe da Renault perdeu aposta com Ricciardo e vai ter de fazer uma tatuagem após o pódio em Nürburgring.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube