Pole em Baku, Hamilton vibra com volta “mais divertida” e revela pensamento na última curva: “Por favor, seja o bastante”

Lewis Hamilton conquistou a pole no Azerbaijão quando parecia que não daria mais. Depois da bandeira vermelha causada por Daniel Ricciardo, o tricampeão surgiu para obliterar o tempo que Valtteri Bottas mantinha na ponta. Assim, Hamilton supera o número de poles de Ayrton Senna e se aproxima de Michael Schumacher

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Parecia que não ia dar. Lewis Hamilton viu Valtteri Bottas tomar a frente nos minutos finais do treino de classificação deste sábado (24) que definiu o grid de largada para o GP do Azerbaijão. Daniel Ricciardo, então, parou na pista, com problemas no carro da Red Bull. A bandeira vermelha com 3min30s tornou muito complicado que o tricampeão se recuperasse, mas ele tirou um daqueles coelhos que costuma ter na cartola. É a 66ª pole-position da carreira de Lewis, que deixa Ayrton Senna para trás e se aproxima de Michael Schumacher.

 
Em Baku, desde a sexta-feira ficou claro que a segunda volta rápida era a melhor – por conta do aquecimento do pneu. E o tempo de bandeira verde após a paralisação por Ricciardo não permitia duas voltas rápidas. Só que Lewis não precisou. Hamilton destruiu o tempo de Bottas, passando 0s434 mais veloz.
 
Segundo o inglês, valeu a pena não apenas pela pole, mas pelo quanto foi divertido fazer a volta. A pressão pelo resultado perfeito pesou, mas não afetou negativamente a capacidade de Lewis ser rápido.
Lewis Hamilton (Foto: Mercedes)
"Foi uma das voltas mais divertidas que eu dei o ano todo. Muita pressão envolvida. Na primeira volta eu tinha o tempo certo, mas cometi um erro", admitiu. "Tinha muita pressão por causa da necessidade de conseguir aumentar a temperatura no pneu, mas a volta foi ficando cada vez melhor. Saindo a última curva eu só pensava 'por favor, seja o bastante'", contou Lewis.
 
"Eu estava tão animado com isso. É como a classificação precisa ser. O time fez um grande trabalho. Amanhã será um a corrida longa e difícil, mas nós estamos na melhor posição para largar", encerrou.
O presidente não-executivo da Mercedes e ex-piloto tricampeão mundial de F1, Niki Lauda, foi só elogios a Hamilton. Segundo o austríaco, nunca foi visto algo como a volta de Hamilton em Baku.
 
"Tivemos algumas preocupações na sexta-feira, mas o time foi fantástico. Lewis, com essa volta, nunca vi nada parecido", afirmou. "Não foi uma caminhada tranquila, mas fomos encontrando espaços e, no fim, a melhora produzida pelos engenheiros e mecânicos foi impressionante. O que Lewis fez hoje ninguém consegue fazer. Ele é fantástico. A diferença dele para todo mundo é grande", finalizou.

A largada do GP do Azerbaijão está marcada para as 10h (de Brasília) do domingo. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e EM TEMPO REAL.

NOVA DERROTA EM 2017 MOSTRA QUE TOYOTA E LE MANS SÃO COMO ‘ÁGUA E ÓLEO’

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:

0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe,
.embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;

top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube