F1

Pole, Hamilton fala em disputa apertada em primeira classificação do ano e admite que “estava tremendo”

Lewis Hamilton abriu a temporada 2019 do mesmo jeito que fechou o campeonato passado: na frente. Com um desempenho assustador na fase final da classificação do GP da Austrália, nesta sexta-feira (16), o pentacampeão cravou a 84ª pole da carreira e a primeira do novo campeonato

GRANDE PRÊMIO / EVELYN GUIMARÃES, de Curitiba
Quando foi para valer mesmo, Lewis Hamilton mostrou a razão pela qual detém o maior número de pole-positions da história da F1. O inglês, é bem verdade, comandou todos os treinos livres desde que o Mundial desembarcou na Austrália e, na classificação deste sábado (16), destoou mais uma vez, ao bater o companheiro de Mercedes, Valtteri Bottas, para conquistar a 84ª posição de honra da tabela e a primeira da temporada 2019. E com direito a recorde da pista. 
 
Depois de ver a Ferrari de Charles Leclerc liderar a primeira fase da sessão que decidiu as posições de largada para a etapa em Melbourne, o inglês apareceu na frente na fase intermediária, mas não conseguiu comandar a folha de tempos na primeira tentativa de volta rápida no Q3. Na volta final, porém, tirou tudo do carro da Mercedes para bater Bottas por apenas 0s112, na volta em 1min20s486.
 
"Eu estava tremendo", confessou o pentacampeão a Paul di Resta, ainda no grid. "A disputa estava realmente muito apertada", completou o piloto, que forma dobradinha com Bottas no grid deste domingo.
Lewis Hamilton (Foto: Mercedes)
Lewis falou ainda que, depois da pré-temporada, havia certa dúvida sobre a divisão de forças neste início de campeonato, especialmente diante da performance apresentada pela Ferrari. Agora, ao que parece, as incertezas acabaram. O rival de sempre, Sebastian Vettel, larga em terceiro neste domingo, o britânico foi capaz de impor uma diferença de 0s7 em cima dos adversários vermelhos.
 
Por isso, o #44 apenas agradeceu o trabalho feito pela esquadra alemã entre o fim dos testes e o início dos treinos no Albert Park. "Vindo da pré-temporada, nós não tínhamos ideia de que posição estaríamos. Os carros trabalharam muito na fábrica", emendou.
 
A performance avassaladora de Hamilton também o fez atingir novas marcas na carreira. O inglês sai na posição de honra do GP da Austrália pela oitava vez em sua trajetória na F1. Agora, o piloto iguala Ayrton Senna (San Marino) e Michael Schumacher (Suzuka) no quesito maior número de poles em uma única pista. Além disso, será a sexta vez consecutiva que Lewis larga na ponta em Melbourne.

GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e em TEMPO REAL todas as atividades do fim de semana do GP da Austrália, prova que abre a temporada 2019 do Mundial de F1. Siga tudo aqui.

GUIA 2019
🏁 F1 abre ano de briga de gigantes, coadjuvantes de luxo e grid jovem
🏁 F1 reformula regras para resolver velho dilema da falta de ultrapassagens
🏁 Hamilton busca perfeição em 'temporada mais difícil' para colar em Schumacher
🏁 Atrás de tirar Ferrari da fila, Vettel tenta se livrar do peso dos erros em ano decisivo
🏁 Mudanças, revanche e carros diferentes: como Mercedes e Ferrari retomam duelo
🏁 
Red Bull busca renascimento com aposta na Honda e na liderança de Verstappen