Politicagem de bastidores deixa Fórmula 1 presa ao passado e com ambiente tóxico

Os bastidores da Fórmula 1 foram definidos como tóxicos pela equipe do Paddock GP. Os jornalistas concordaram com Toto Wolff, que reclamou das sujeiras do esporte

Assista aos melhores momentos do GP de Doha de MotoGP (Vídeo: GRANDE PRÊMIO com Reuters)

Toto Wolff, chefe da Mercedes, descreveu nos últimos dias uma Fórmula 1 que mais parece um ninho de cobras. A principal categoria do automobilismo tem bastidores reconhecidamente ardilosos, com disputas entre os envolvidos por poder. Isso parece empolgante, mas não muito: a equipe do Paddock GP #233 concordou que isso só torna o esporte tóxico, com valores que deveriam ficar no passado.

O Paddock GP é a já tradicional mesa redonda do GRANDE PRÊMIO. Semanalmente, jornalistas da casa se reúnem para debater o que de mais importante aconteceu no esporte a motor.

Assista ao trecho:

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube