F1

Por aderência, Sainz diz que escapou da pista de propósito em Hockenheim. E rodou

Carlos Sainz Jr. tentou algo diferente em Hockenheim: para não perder tempo contornando com calma a penúltima curva, o espanhol foi por completo para a área de escape da reta de arrancada. Foi só aí que Carlos descobriu como o trecho era escorregadio

Grande Prêmio / Redação GP, de Porto Alegre
Carlos Sainz Jr. tentou uma estratégia ousada no GP da Alemanha, mas que não deu certo. Recordando a rodada na penúltima curva de Hockenheim, quando perdeu controle na reta de arrancada da área de escape e ficou preso por mais de 30s, o espanhol contou que deixou o traçado de propósito. É que o piloto acreditava que a parte externa da pista ainda teria bastante aderência, permitindo ganhar tempo ao não tentar manter o traçado original de forma cuidadosa.
 
“O que nos surpreendeu foi ver como o asfalto estava escorregadio”, comentou Sainz. “Acho que, como piloto, você vê um trecho mais escuro no asfalto e pensa ‘se eu escapar aqui, não tem problema’. Eu escapei de propósito, na verdade. Eu errei a curva pensando ‘vou errar a curva de propósito, sair e voltar’. Aí eu encontrei aquela superfície sem aderência”, recordou.
 
Sainz foi o primeiro a rodar no trecho, que estava escorregadio e com água acumulada. O espanhol perdeu tempo até dar ré e voltar à prova. Ainda assim, o piloto da McLaren fez bom uso das entradas do safety-car e de pits na hora certa para cruzar a linha de chegada em quinto. Isso não bastou para trazer felicidade, com o piloto mostrando frustração pelo rádio – no fim das contas, Daniil Kvyat foi ao pódio e Lance Stroll foi quarto, ambos imediatamente adiante.
Carlos Sainz rodou na chuva, muito por conta de um erro de julgamento (Foto: McLaren)
“É por isso que eu fiquei tão frustrado no rádio, porque me senti estúpido. Eu poderia tranquilamente ter feito aquela curva. Não tentei a curva porque não queria perder tempo fazendo certinho, e aí perdi 35s de corrida tentando isso. Acho que a frustração de um piloto vem por achar que vai ter aderência quando não tem. Da próxima vez nós vamos saber e não vamos lá”, encerrou.
 
Sainz aparece em sétimo no Mundial de Pilotos, sendo o melhor dos representantes do pelotão intermediário. O espanhol é peça importante para a McLaren surgiu em quarto no Mundial de Construtores, imediatamente atrás das três equipes de ponta.
 

 
Paddockast #26
Acidentes que alteraram carreiras


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.