Por bom resultado em Mônaco, Hamilton reconhece: "Ter a melhor posição na classificação é crucial"

Vencedor da prova em 2008, piloto inglês admitiu que o bom desempenho da Mercedes em sessões classificatórias pode ser uma vantagem nas ruas de Monte Carlo, "mais do que em outras pistas". No entanto, campeão afirmou que o foco do time é melhorar ritmo de corrida

 
Lewis Hamilton teve um excelente início de ano. Em suas primeiras quatro provas pela Mercedes, o ex-piloto da McLaren marcou dois pódios, chegou duas vezes no quinto lugar e acumulou os 50 pontos que hoje lhe valem a quarta posição no campeonato.
 
No entanto, na Espanha, o sinal de alerta foi ligado para a escuderia prateada: o problema com o desgaste excessivo dos pneus ficou escancarado. O campeão mundial de 2008 largou no segundo lugar, e, ao invés de lutar pela vitória, terminou a prova em 12º.
 
Habitualmente rápido em treinos classificatórios, Hamilton, que já venceu em Mônaco no ano de seu título, sabe bem da importância de ter boa posição de largada nas ruas de Monte Carlo. Mas o inglês admitiu que o objetivo, agora, é melhorar o ritmo de corrida.
Lewis Hamilton espera bom fim de semana em Mônaco (Foto: Getty Images)
Em site oficial, Ferrari alfineta Red Bull por críticas constantes aos pneus

"Talvez mais do que em outras pistas, ter a melhor posição possível na classificação é crucial em Mônaco", reconheceu Lewis. "Mas temos que manter nosso foco no domingo. Precisamos continuar trabalhando para melhorar nosso ritmo de corrida."

 
"Todo mundo está trabalhando duro e sei que nós podemos chegar lá. Só precisamos nos manter motivados e trabalhar juntos", completou.
 
O GP de Mônaco, sexta etapa da temporada 2013, está previsto para o dia 26 de maio.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube