Por descanso e melhor preparação, Hartley decide correr apenas F1 em 2018 mesmo sob contrato com Porsche

Brendon Hartley fez uma 'maratona' a partir do momento que entrou na F1 no segundo semestre de 2017, revezando as provas da categoria com o WEC, onde foi campeão. Para 2018, porém, o neozelandês resolveu que ter um calendário menos apertado é o ideal

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Brendon Hartley acertou com a Toro Rosso já no segundo semestre de 2017, de forma surpreendente. Ele agradou, seguirá em 2018 para a temporada completa da F1, mas aprendeu que a melhor ideia para que essa 'aventura' dê certo é se focar na categoria.

Depois de uma 'maratona' no último ano, quando revezou as corridas com a Toro Rosso com sua participação no WEC – no qual foi campeão do LMP1 -, Hartley não correrá em outras categorias que não a mais famosa do automobilismo.

E isso mesmo seuindo sob contrato com a Porsche – que não sabe como pode utilizá-lo no futuro. "Segurei com a Porsche, mas não farei outras corridas que não as da F1", anunciou neste domingo (7) o neozelandês, em entrevista ao jornal 'The Herald', de seu país natal.

"Acredito que é o melhor para mim porque devo estar totalmente centrado. Tenho um grande desafio por vir e tenho consciência disso", explicou sua decisão.

Brendon Hartley (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)

Um exemplo do que viveu Hartley em termos de cansaço é o quanto viajou assim que acertou com a Toro Rosso, em outubro, e a fase final do WEC ainda acontecia. No dia 15 de outubro, ele correu pela Porsche em Fuji, no Japão. No final de semana seguinte, estreou na F1 em Austin. Em uma semana esteve no México, na seguinte na China (6 Horas de Xangai) e depois veio ao Brasil. Ainda fez a etapa final do WEC no Bahrein e finalizou a F1 em Abu Dhabi, sem descanso.

Isso não vai acontecer em 2018. "Gastarei meu tempo e minha energia em estar preparado fisicamente, chegar descansado às corridas, em boa forma, e me esforçando em cada detalhe do programa de trabalho de cada final de semana. Tenho uma oportunidade enorme e quero aproveitá-la", finalizou Hartley.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube