F1
29/08/2017 11:53

Por experiência de F1, Stroll aluga circuito de Hockenheim e realiza teste secreto com Williams de 2014

Existe coisas que o dinheiro não pode pagar; para todas as outras, existe qualquer que seja o cartão que usa Lawrence Stroll. O papai de Lance passou o cartão de crédito na maquininha de Hockenheim para o filhote ter um dia secreto de testes na pista alemã na semana do GP da Bélgica do Mundial de F1, segundo informou a revista alemã 'Auto Motor und Sport'
Warm Up / Redação GP, do Rio de Janeiro
 Lance Stroll (Photo: Xavi Bonilla / Grande Premio)

Conforme a temporada 2017 do Mundial de F1 avança, a família bilionária de Lance Stroll deseja dar cada vez mais rodagem ao novato piloto canadense em pistas do campeonato. É por este motivo que, na semana do GP da Bélgica, Stroll teve um teste secreto com a Williams no autódromo de Hockenheim na Alemanha. 
 
A informação foi dada pela revista alemã 'Auto Motor und Sport'. Segundo a publicação, Lawrence Stroll bancou o aluguel de Hockenheim e levou Lance para lá a bordo da Williams de 2014 - o jovem teve a oportunidade de rodar pelo equivalente a um dia completo de testes. A Williams comandou o teste na parte organizacional.
 
É algo semelhante ao que foi feito após o GP do Canadá, no último mês de junho, quando os Stroll alugaram o Circuito das Américas, nos Estados Unidos, para outros destes dias completos de testes exclusivos. Nestes testes, Stroll sempre usa o modelo de 2014. As regras da FIA proíbem testes privados com os carros atuais.
Lance Stroll (Photo: Xavier Bonilla / Grande Premio)
Para a sessão secreta, a Williams não avisou imprensa ou qualquer pessoa que não precisa saber. Com apenas uma exceção: Paul di Resta. O piloto reserva, que substituiu Felipe Massa no GP da Hungria, ficou de sobreaviso caso algo acontecesse e ele precisasse entrar em ação de novo para substituir Stroll em alguma das atividades na Bélgica.
 
Na prova de Spa-Francorchamps, em si, Stroll e a Williams tiveram um dia de recuperação após um começo de fim de semana bem complicado. Stroll terminou com o 11º posto, enquanto Felipe Massa foi oitavo e garantiu mais quatro tentos para a escuderia inglesa na temporada 2017.
RENOVAÇÃO COM RÄIKKÖNEN DIZ MUITO SOBRE O QUE É A FERRARI E SEU PENSAMENTO SOBRE A F1